Tamanho do texto

Jogador nega problemas de relacionamento com Luxemburgo, que se atrasou e não comandou atividade no CT

Júnior César salta durante o treino
Fla Imagem
Júnior César salta durante o treino
O Flamengo voltou a treinar nesta quarta-feira depois de dois dias de folga. Com uma série de oito jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro nas costas, os jogadores vêm sofrendo cobranças e sabem que vencer o Botafogo , domingo, às 16h, no Engenhão, é fundamental para voltar a sonha com o título e acabar de vez com os rumores de problemas de relacionamento entre o grupo e o técnico Vanderlei Luxemburgo .

Entre para a Torcida Virtual do Flamengo e convide seus amigos

“Foram dois dias para descansar e pensar no que está acontecendo, no que deixamos de fazer nas últimas rodadas. Temos uma semana livre de preparação para um confronto direto com o Botafogo”, comentou o lateral-esquerdo Júnior César. “O importante é ter equilíbrio, como tivemos quando estávamos invictos. Quando as coisas não acontecem, aparece um monte de coisas”.

O jogador fez questão de defender o trabalho de Luxemburgo. Com a queda de rendimento do time, que está na sexta colocação no Brasileiro, com 36 pontos, houve quem o colocasse na corda bamba no Flamengo, já admitindo a possibilidade de mudança no comando técnico do time.

“Quando não aparece o resultado é normal haver o questionamento. A responsabilidade é dos jogadores e da comissão técnica. Nós respeitamos o Luxemburgo como ele nos respeita. Não há nada de jogador aborrecido com ele, estressado com concentração. É o método de trabalho dele, de um treinador vencedor, que quer muito conquistar o título”, disse Júnior César.

Luxemburgo não comandou o treinamento da manhã desta quarta-feira no Ninho do Urubu. Seu voo de Palmas, onde recebeu uma homenagem na terça-feira, para o Rio atrasou. À tarde, ele estará no CT.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.