Jogador chega dia 11, concede entrevista na sede náutica e prestigia time na partida com o Figueirense

O Vasco não pretende desviar a atenção do clube neste momento em que está a um empate do título inédito da Copa do Brasil - enfrenta o Coritiba precisando apenas do empate, dia 8, no Couto Pereira. Mas a chegada de Juninho Pernambucano será em dois atos (pela manhã e à noite) com direito a credenciamento especial.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

O meia, repatriado do futebol do Catar, chega ao Rio no dia 11, um sábado. Pela manhã, o craque vai conceder entrevista coletiva na sede náutica do clube, na Lagoa Rodrigo de Freitas, Zona Sul do Rio. E à noite vai a São Januário. Juninho e Vasco ainda não decidiram sua chegada ao estádio. Sabe-se, desde já, que não será parecido com as apresentações de Edmundo, que chegada de helicóptero toda vez era contratado.No máximo um aceno para a torcida no gramado.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos 

Juninho veste a camisa do Vasco que recebe das mãos de Roberto Dinamite
Site oficial
Juninho veste a camisa do Vasco que recebe das mãos de Roberto Dinamite
Neste dia, o time recebe o Figueirense pelo Campeonato Brasileiro. Discreto, o jogador não pensa em festa, mas sabe que os dois eventos vão despertar a atenção da mídia e dos torcedores. Depois de ser anunciado como a principal contratação da temporada com um contrato inédito de R$ 600,00 , a chegada do meia causa ansiedade na massa vascaína.

 Desde 2001, quando se transferiu para o Lyon, da França, brigado com o ex-presidente Eurico Miranda, Juninho não pisava em São Januário. O meia ficará no clube até o fim do ano, e sua renovação vai depender da adaptação ao futebol brasileiro e da forma física. Juninho disse que não pretende "roubar o Vasco", por isso não faz planos sobre quanto tempo ainda continuará jogando.

 No Catar, ele vinha treinando com preparador físico Leonardo Vitorino. Além disso, para facilitar sua adaptação, o presidente Roberto Dinamite quando esteve com o jogador no mês passado acertando sua contratação, levou duas bolas do Brasileiro para o meia não estranhar.Juninho deve vestir novamente a camisa 8, a mesma que usou entre 1955 e 2001.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.