Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Juninho Pernambucano conta que ideia de contrato inédito foi sua

Em entrevista ao canal Sportv, novo reforço confirma história do salário mínimo, mas admite bonificação

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

O meia Juninho Pernambucano confirmou a versão do inédito contrato que fará com o Vasco. O Reizinho volta ao clube após dez anos, disputa o Campeonato Brasileiro e só depois decidirá seu futuro. Pode prorrogar o compromisso até o estadual de 2012 ou iniciar uma nova fase, a de executivo do clube. Em entrevista ao canal Sportv, o novo reforço cruzmaltino revelou ter partido dele a ideia de receber um salário mínimo. Mas contou que há bonificações por metas atingidas.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Divulgação
Ao lado de Roberto Dinamite, Juninho Pernambucano posa com camisa 8 do Vasco
Juninho só se apresentará em São Januário dia 10 de junho. Até lá, permanece no Al-Gharafa, do Catar. O anúncio da contratação do craque foi feita na manhã de quarta-feira. Houve certa resistência política no clube, mas o presidente Roberto Dinamite cumpriu sua promessa de campanha e foi à casa do jogador selar o compromisso. Juninho só poderá estrear em agosto, durante a janela de transferência. O técnico Ricardo Gomes admitiu que não vê a hora de ter o jogador no elenco.


Salário mínimo
Fiz um contrato para receber R$ 600,00. Não tenho contrato com qualquer patrocinador. Mas, caso o Vasco termine entre os quatro melhores no Campeonato Brasileiro, existem algumas bonificações dentro do contrato.

Ideia do contrato inédito
Caso as coisas não saiam do modo como todos aguardam, ficarei com a consciência tranquila pelo motivo de não causar prejuízo para o clube. O aspecto físico também foi uma questão que me fez pensar neste contrato.

Condicionamento
Estou bem fisicamente e pronto para ajudar o Vasco. Eu não voltaria senão tivesse. Agora, o Ricardo Gomes não tem a obrigação de me colocar em campo. Joga quem estiver melhor. Se ele achar que eu tenho de jogar apenas cinco minutos, assim será.

Aposentadoria
Volto ao Vasco cumprindo uma promessa. Posso encerrar a carreira no fim do ano. Mas posso também exercer algum cargo dentro do clube ou então ir jogar em outro lugar. Está indefinido.
 

Leia tudo sobre: vascojuninho pernambucanoricardo gomes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG