Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Júlio César revive sensação e diz que perder com Brasil é péssimo

Goleiro retornou ao gol da seleção depois da eliminação para a Holanda na Copa de 2010, quando ficou arrasado

Paulo Passos, enviado iG a Paris |

Parecia reprise da cena de meses atrás. Júlio César, desconsolado, se preparava para dar entrevista para os canais de televisão pós-derrota da seleção brasileira. Desta vez ele não chorou, como na eliminação para a Holanda na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, mas aparentava tristeza. No seu retorno ao gol o Brasil perdeu para a França por 1 a 0 em Paris. Nesta quarta-feira.

“É horrível perder, uma sensação horrorosa. Fiquei feliz por ter voltado para a seleção, um estádio lotado, uma festa, mas não conseguimos”, disse Júlio, goleiro da Internazionale de Milão que ficou fora das primeiras quatro convocações de Mano Menezes.

Ele não quis comentar o fato de não ter sido chamado anteriormente. Quando assumiu, em julho, Mano ligou para alguns jogadores que participaram do Mundial para saber se poderiam ser chamados. Júlio foi um deles.

“Olha, eu tenho que agarrar e fazer um bom trabalho. Sempre vou estar à disposição da seleção. Não é bom ter duas derrotas seguidas, mas o trabalho está no começo, já que o objetivo é lá na frente em 2014”, disse o goleiro de 31 anos. Em novembro, na última partida de 2010, a seleção perdeu para a Argentina por 1 a 0, em Doha (Catar).

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG