Goleiro corintiano tem vivido entre treinos e hospital onde Dona Carmen se recupera de pneumonia

O goleiro do Corinthians , Júlio César, vive nesta semana momentos intensos. Ele se concentra para uma grande partida contra o Santos , domingo, pela final do Campeonato Paulista, mas tem de conviver com um drama pessoal. Sua mãe, Carmen, está com pneumonia e passou por momentos difíceis nas últimas semanas. Ela ainda se encontra internada e Júlio César tem feito dupla jornada entre o CT corintiano e o hospital onde sua mãe se recupera da doença.

Julio César está preparado para nova disputa de pênaltis
AE
Julio César está preparado para nova disputa de pênaltis
"Minha mãe está internada, mas graças a Deus ela já está melhor.  Esse título seria uma alegria para ela e eu gostaria muito de dedicá-lo a ela. Vou trabalhar para isso", comentou o goleiro. "Tenho saído do treino para o hospital nos últimos, mas espero que logo ela saia e volte para casa", disse o goleiro, que como os seus companheiros, usou o nome da sua mãe às costas na primeira partida da final.

Júlio comentou que sua mãe até brinca com a possibilidade de o Corinthians ser campeão no domingo após cobranças de pênaltis. Ela sonha em ver o filho defendendo mais uma cobrança, como ele fez contra o Palmeiras, na semifinal do Paulista. O Corinthians até tem treinado para essa possibilidade.

"Ela me disse que acha que vai dar empate e ir para os pênaltis. Mas aí só se ela quiser morrer logo de emoção, só pode. Não precisa de tanta emoção. Sabemos que a Vila Belmiro é um caldeirão, nunca é fácil jogar lá, mas a nossa meta é vencer nos 90 minutos", comentou.

Para Júlio César , vencer o título neste momento de superação da sua família o fará sentir uma emoção especial, já que nem mesmo o momento difícil passado por sua mãe o faria se desconcentrar do seu trabalho. "Minha família é a coisa mais importante para mim e tomo muito cuidado com ela. A trato com muito amor. Felizmente eu consigo me concentrar só no futebol quando eu preciso", comentou.

"Estar aqui no CT me dá prazer. Aqui eu sou uma pessoa feliz e consigo separar um pouco o extra-campo do que acontece no campo. Minha mãe já está bem, graças a Deus e posso me concentrar totalmente no meu trabalho", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.