Lateral diz que time está preparado para o Guarani, com ou sem mala branca, e alerta para euforia dos torcedores nas Laranjeiras

O lateral-esquerdo Júlio César é o favorito para a vaga de titular no domingo, mas ainda não sabe se estará em campo na partida contra o Guarani, que pode dar o título brasileiro ao Fluminense. Tudo depende do esquema tático a ser armado por Muricy Ramalho. O jogador alerta para o clima de euforia da torcida, avisando que o time não pode entrar com esse espírito no Engenhão.

Não podemos entrar no já ganhou da torcida. Isso sempre existirá, disse o lateral, que espera uma partida parecida com a que o Fluminense empatou com o Goiás em 1 a 1. Para Júlio César, não é apenas o jogo do ano, já que o clube não conquista esse título há mais de duas décadas. É o jogo de muitos anos. O grupo está ciente. Será um jogo parecido com o do Goiás, temos de estar atentos. Estou ansioso sim, não tem como não ficar, é uma semana demorada, mas no domingo estaremos preparados.

Sobre as especulações de uma mala branca do Corinthians para o Guarani, para que o time de Campinas, já rebaixado, tente tirar pontos dos tricolores para abrir caminho para a conquista da equipe do Parque São Jorge no ano do centenário, Júlio César lembrou que, se isso de fato ocorrer, os jogadores do Guarani darão a vida, pois o clube não paga salários há três meses. Sou contra esse tipo de coisa, mas se vai ter, estamos preparados. Vão dar a vida, pois são três meses de salários atrasados.

Ele comentou ainda a ausência de Deco, vetado pelo departamento médico. Júlio César afirmou que o elenco deu outros exemplos de superação. É um jogador experiente, muito importante, mas paciência, o elenco já mostrou força durante todo o campeonato e pode dar conta do recado mesmo com o Tartá suspenso e o Deco machucado.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.