Tamanho do texto

Técnico do Grêmio aplica mesma ideia tática implantada no rival Internacional

Renato Gaúcho : ídolo, carismático, agitado à beira do campo, homem de opiniões contrárias à direção e adepto do 4-4-2 com meio-campo em forma de losango, de preferência com jogadores experientes.

Julinho Camargo : aposta, humildade, tranquilo à beira do campo, homem de discurso semelhante ao da direção e adepto do 4-4-2 com o meio-campo em linha, dando oportunidades aos jovens.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Após três dias, o Grêmio ainda se acostuma com as diferenças no comando técnico. O tempo é curto, porém, o novo trabalho será colado à prova nesta quarta-feira, às 19h30min, em Sete Lagoas, na partida contra o Cruzeiro , pela oitava rodada do Brasileirão.

"É cedo. A assimilação sempre demora um tempo, não sei quantas semanas ou quantos jogos. Na minha metodologia sempre tento discutir com os jogadores as melhores ideias, mas não posso ser ingênuo de achar que a ideia vai aparecer rapidamente", comentou Julinho.

Nos treinos, entretanto, é possível perceber alterações. Julinho usa prancheta e grita a todo momento orientações aos atletas. Renato preferia observar e depois falar. O posicionamento do time mudou e foi "importado" do rival, no qual o atual técnico gremista era auxiliar de Paulo Roberto Falcão.

"É uma ideia do Falcão embora eu a tenha usado no Caxias e Novo Hamburgo. Temos pensamentos muito próximos, esse talvez seja o grande gancho de ter trabalhado com ele", admitiu Julinho, que ainda não fez nenhum rachão, treino recreativo que Renato costumava participar.

As entrevistas também são diferentes. Desde a apresentação, Julinho adotou tom moderado. Não reivindicou reforços, por exemplo, algo feito sistematicamente pelo antigo treinador. E revelou maior respeito ao enfrentar adversários. Renato sempre apontava para um confronto equilibrado.

"O Cruzeiro vem de duas boas vitórias, foi o melhor time da Libertadores e dentro de casa é muito forte. Teremos um enfrentamento complicado principalmente pelo momento. Mas a turma está trabalhando bem e vamos buscar o resultado que nos interessa", disse Julinho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.