Novo treinador não pede reforços para fugir da responsabilidade pelo mau momento do Grêmio

null

Atuações ruins, falta de bons resultados e ira da torcida. O ambiente de crise no Grêmio ganhou novo ingrediente após o empate contra o América-MG . Tanto Julinho Camargo quanto a direção trataram de dividir a responsabilidade pelo mau momento no Brasileirão com Renato Gaúcho, o antigo treinador.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Paulo Odone (D) e Antônico Vicente Martins (E) defenderam Julinho Camargo
Gazeta Press
Paulo Odone (D) e Antônico Vicente Martins (E) defenderam Julinho Camargo
Julinho foi o primeiro a adotar tal comportamento ao responder a uma pergunta sobre como melhorar na tabela de classificação – o Grêmio é o 14º, com 13 pontos , dois a mais do que a zona de rebaixamento e 15 atrás do líder Corinthians. Contrariando o estilo tranquilo, o técnico usou frases fortes embora a voz rouca e alfinetou o antecessor.

"Estou preocupado, mas não fujo da minha responsabilidade. Não vou jogar a bola para direção e cobrar reforços publicamente. Peguei esse elenco, cuja composição não fui eu quem fez, e a bronca é comigo. Se conseguirem, ótimo, caso contrário fico com esses caras. Confio neles", disse o atual comandante que soma uma vitória, dois empates e uma derrota em quatro jogos.

Renato, antes de sair do Grêmio, que estava na nona posição, em 29 de junho , pautava suas entrevistas com cobranças por contratações ao presidente Paulo Odone e ao vice de futebol Antônio Vicente Martins. Em uma delas, aliás, chegou a dizer que deixava "tudo mastigadinho" para os dirigentes fecharem os negócios. Eles, 26 dias após a contratação do substituto, parecem dar o troco ao maior ídolo do clube. Deram mais importância a esta espécie de revide do que analisar a situação do time.

"Passamos por uma transição no meio do campeonato e é preciso ter tranquilidade com o novo trabalho. Talvez tenham faltado contratações, agora, o grupo é esse. Fizemos algumas indicadas pelo nosso ex-treinador. Não foram invenções do departamento de futebol", disse Antônio Vicente Martins.

Rodolfo, Gilberto Silva, Marquinhos e Miralles foram indicações de Renato em 2011 – assim como Carlos Alberto (dispensado) e Vinícius Pacheco (repassado ao sérvio Estrela Vermelha) . O treinador havia solicitado a permanência de Jonas, que se transferiu ao Valencia , e concordado com a contratação de Ronaldinho Gaúcho , atualmente no Flamengo.

Odone lembrou do ex-técnico para justificar as vaias da torcida, que também protestou após o jogo:

"Perdemos dois pontos em casa e o torcedor manifesta a sua frustração. Se tu botar neste tempero a saída do Renato, vem a explicação pelas vaias".

De folga na manhã desta quinta-feira, o grupo se reapresenta às 15h30min. No sábado, vai ao Rio enfrentar o Flamengo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.