Treinador gostou do desempenho após troca de jogadores e esquema no segundo tempo

Valeu pelo ponto conquistado. Foi assim que Julinho Camargo avaliou o empate do Grêmio com o Figueirense , nesta quarta-feira, em Florianópolis. A atuação teve ressalvas na avaliação do treinador:

“A gente comemora o ponto fora de casa. Mas satisfatório, em linhas gerais, não foi. No primeiro tempo faltou compactação: estávamos roubando e entregando a bola. Melhorou quando mudamos no segundo tempo”.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Aos oito minutos do segundo tempo, Escudero e Leandro, respectivamente, deram lugar a Lúcio e Miralles. O 4-5-1, com meias lateralizados, deu lugar ao 4-4-2, com meio em forma de losango, o mesmo sistema de Renato Gaúcho.

“Tivemos alguns momentos agradáveis, nos quais pensei que conseguiríamos vencer. Mas pelo pênalti defendido no final, se a vitória não se encaixa, que não perca”, definiu o comandante.

Julinho, aliás, revelou qual o seu pensamento para brigar pelo título ou ao menos classificar-se para a Libertadores: empatar fora e ganhar em casa.

“Estou satisfeito. Pontuar fora funciona desde que se ganhe em casa. Temos de buscar o resultado na próxima rodada”, disse o técnico.

O líder Corinthians, com 28 pontos, está 16 à frente da equipe gaúcha, que é o 13º, com 12. São sete atrás do Palmeiras, o quarto colocado, e quatro à frente do Atlético-GO, o primeiro da zona de rebaixamento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.