Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Julinho Camargo não teme demissão após novo insucesso do Grêmio

Treinador tem uma vitória em seis jogos e pode perder emprego no final de semana

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

A pressão sob Julinho Camargo aumenta a cada insucesso do Grêmio no Brasileirão. Após o empate com o Atlético-MG , na noite desta quarta-feira, o treinador voltou a admitir a possibilidade de perder o emprego. No sábado, em São Paulo, novo tropeço diante do Palmeiras, pode determinar a troca de comando.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

“Sei que estou ameaçado desde o primeiro dia de trabalho. Lido numa boa com isso. Nunca vou dar um passo para trás. Sei o que acontece, o que passamos, e sei que o caminho é trabalhar. Tanto individual quanto coletivamente”, analisou o treinador.

Julinho assumiu a equipe em 3 de julho. Desde então, são seis jogos: uma vitória, três empates e duas derrotas , ou seja, 33,3% de aproveitamento. Ele aposta, além do trabalho, na boa relação com o presidente Paulo Odone e o diretor executivo de futebol Paulo Pelaipe para ter continuidade no cargo:

“Conheço a minha direção. Sei que o clube é marcado pela coragem e pelo enfrentamento. É por isso que tenho esta postura. Vou encarar e buscar o sol”.

O Grêmio se reapresenta às 15h30min nesta quinta-feira. Será o começo da preparação para enfrentar o Palmeiras.

Leia tudo sobre: grêmiobrasileirão 2011julinho camargo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG