Time carioca fica mais prejudicado, já que Loco Abreu, Herrera e o técnico Caio Junior seguem suspensos

Botafogo e Avaí , que entraram com recursos para tentar liberar os jogadores envolvidos em confusão ao término da partida entre os dois clubes pela Copa do Brasil, esperavam uma decisão na reunião desta quinta-feira, mas o julgamento no Pleno do STJD foi adiado.

A intenção do Botafogo era reverter as punições dos jogadores Loco Abreu, Herrera, e do técnico Caio Júnior, suspensos com quatro, cinco e um jogo respectivamente. Com o adiamento, o clube carioca não terá o treinador e a dupla de ataque para a partida diante do Palmeiras, neste domingo, pela estreia do Campeonato Brasileiro.

Já o Avaí teve Marquinhos, Bruno suspensos também por cinco jogos e Rafael Coelho por quatro partidas. Porém, o clube catarinense conseguiu um efeito suspensivo para o zagueiro e o meia Marquinhos que puderam jogar as partidas da Copa do Brasil. Sem o julgamento, o trio deve poder encarar o Vasco, na próxima quarta-feira, na Ressacada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.