Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jucilei fala em tom de despedida. "É muita grana. Tenho que ver"

"Posso ficar esquecido, mas vou estar com dinheiro no bolso", disse volante sobre proposta russa

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O volante Jucilei deixou o gramado do Pacaembu sabendo que a partida contra o Mogi Mirim - que terminou com vitória por 2 a 0 - poderia ser uma das suas últimas com a camisa do Corinthians. O jogador tem uma proposta milionária de R$ 24 milhões do Anzhi Makhachkala, da Rússia e a alta soma oferecida pelo novo emergente do futebol russo mexe com a cabeça do volante de 22 anos. Conheça tudo sobre o Anzhi, que contratou recentemente o lateral Roberto Carlos.

Sincero, o jogador, órfão de pai e mãe e criado pela avó em São Gonçalo, no Rio, não esconde a ansiedade com a transferência. "Não posso falar de proposta, mas é complicado, é muito dinheiro. Posso ter 25 anos e estar milionário. É muita grana e tenho de pensar muito. É muito mais que que pensei em ganhar na vida. Pode ser frio lá, mas vou ter dinheiro no bolso", disse Jucilei. "Se for o caso compro mais uns cobertores para me proteger", brincou.

nullO Corinthians nega que tenha recebido propostas do Anzhi. O Corinthians do Paraná, que divide os direitos econômicos com o xará paulista, também diz desconhecer ofertas. Os empresários do jogador também evitam falar da possível saída.

"Tem os números mas ainda falta oficializar. Falta chegar na mesa do presidente, mas isso abala um pouco. Vamos ver até segunda. Estou pensando muito, vendo se vale a pena. Sei que vou ficar um pouco esquecido, mas faz parte, tenho que fazer minha vida. Se o Corinthians não aceitar não tem nada feito, mas vão ter que me valorizar", disse Jucilei, na saída do vestiário.

Jucilei foi substituído aos 15 minutos do segundo tempo da partida contra o Mogi Mirim. Foi para o banco irritado e chegou a jogar o colete dos reservas com força no chão. Na saída do campo diminuiu sua atitude. "É normal. Cabeça quente, ninguém gosta de sair. Depois converso com o Tite, tranquilo", disse.

O treinador, ciente da possibilidade de perder seu titular, preferiu não externar sua opinião sobre a iminente saída de Jucilei. "O assunto é muito importante para ele, mas ele só se valorizou porque o clube o trouxe.  O fim de tudo isso tem que acabar bem para todos, para ele e para o clube", disse Tite.

Leia tudo sobre: CorinthiansJucileiAnzhi

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG