Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Juan diz que time aprendeu com goleada e espera apoio da torcida

Lateral não participou da derrota para o Corinthians e tem volta assegurada no jogo contra o Botafogo

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

Suspenso por conta do terceiro cartão amarelo, o lateral esquerdo Juan não atuou contra o Corinthians, mas comentou a humilhação que o São Paulo sofreu no último domingo, no Pacaembu. Ao lado de Rodrigo Souto e Casemiro, o camisa 16 voltará à equipe que encara o Botafogo, na quarta-feira, no Morumbi. E ele espera que os torcedores apoiem o time, que ainda lidera o Brasileirão.

Siga o iG São Paulo no Twitter

"Em casa o torcedor quer ver o time vencer e jogar bem, mas eles estão do lado do time que está na liderança. Time grande sempre tem pressão e eles vão nos apoiar para uma vitória", analisou o atleta, completando que os 5 a 0 servem de lição para a equipe. "O grupo aprendeu de uma forma ruim, mas aprendeu. Temos um bom elenco e temos de mostrar esta força. Amanhã vamos fazer um bom jogo", avisou.

O atacante Dagoberto é ausência certa no duelo com os cariocas, já que foi liberado para ficar com o filho recém-nascido . Uma das opções de Carpegiani para a vaga no setor ofensivo é Rivaldo, que não vem jogando, mas que é importante para o grupo, de acordo com Juan.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

"Ele (Rivaldo) tem sua experiência, está trabalhando por seu espaço e é uma referência. É um exemplo, é respeitado pela pessoa que é e auxiliando no que pode fazer, melhorar o dia a dia do grupo. As pessoas acham que só é importante quem está jogando, mas ele no dia a dia é importante", comentou.

Nesta segunda-feira, o diretor de futebol Adalberto Baptista revelou que teve uma conversa com os jogadores do São Paulo e com a comissão técnica após a goleada sofrida para o arquirrival. O lateral esquerdo considerou normal esse tipo de procedimento em um clube de futebol.

"Normal depois de um resultado como este. Importante que cada um sabe da sua responsabilidade e foi mais para fortalecer o grupo e passar união. O grupo está precisando. Estamos fazendo um grande campeonato, então foi um acidente de percurso. Acontece no futebol, então vamos continuar nosso trabalho para que a confiança do grupo não seja abalada", finalizou.

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG