Tamanho do texto

Vitória sobre o Atlético-GO colocou a equipe gaúcha na sexta posição do Brasileiro, a um ponto do G-5

Antes da bola rolar, o zagueiro Juan  afirmou que, se houvesse necessidade, ele e Bolívar apelariam "até para a porrada" na intenção de vencer o Atlético-GO e encostar no G-5 do Campeonato Brasileiro . Sem ter utilizado o 'recurso', o defensor do Internacional elogiou os adversários e celebrou a proximidade do G-5, já que a equipe gaúcha agora ocupa a sexta colocação, com 51 pontos.

Leia mais: Inter vence o Atlético-GO sem sustos e se firma na briga pela Libertadores

"Eu nunca seria desleal com um companheiro de profissão, falei aquilo pelo calor dessa partida decisiva, não foi o que eu quis dizer. Joguei com lealdade, todo mundo viu, e o Inter ganhou na bola de um time muito competente que é o Atlético-GO. Se eles estivessem com o Hélio, que é um grande técnico, desde o começo, tenho certeza que estariam brigando com a gente lá em cima", afirmou Juan, que terminou a partida sem ter recebido sequer um cartão amarelo.

Com um gol marcado por Kléber aos 15 do segundo tempo depois de um primeiro tempo com belas atuações dos goleiros Márcio e Muriel, o Inter construiu e administrou sua vantagem até o apito final, quando os jogadores se uniram em um abraço para comemorar o feito.

Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

Eufórico, Juan dá a receita das próximas rodadas para o Colorado: "A gente nunca desistiu. O título já está perto, a vaga na Libertadores ainda mais. Fomos inferiores em alguns momentos, tomamos umas bolas nas costas, mas agora é comemorar, porque agora dá para sonhar. O objetivo é vencer o Fluminense, um adversário direto, no Beira-Rio e fazer com que essa vitória aqui no Serra Dourada tenha sentido".

Entre para a Torcida Virtual do Inter