Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jornal italiano crava Iniesta como vencedor da Bola de Ouro

Autor do gol decisivo na final da Copa do Mundo, espanhol teria vencido Xavi e Messi na disputa

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854629309&_c_=MiGComponente_C

O jornal italiano La Gazzetta Dello Sport afirmou na edição deste domingo que o vencedor do prêmio de melhor jogador do mundo em 2010, que será oferecido pela Fifa no próximo dia 10 de janeiro, já é conhecido. Segundo a publicação, o meia Andrés Iniesta, do Barcelona, levará a Bola de Ouro, e será seguido por outros dois atletas do time catalão no pódio: o meia Xavi, em segundo, e o atual dono do prêmio, Lionel Messi, na terceira posição.

Caso as informações do jornal italiano estejam corretas, um jogador que certamente ficará desapontado é o meia Wesley Sneijder, da Inter de Milão. O holandês, que venceu três títulos pelo time italiano (Copa dos Campeões da Europa, Campeonato Italiano e Copa da Itália), além de ter sido o principal jogador de sua seleção na campanha do vice-campeonato da Copa do Mundo da África do Sul, vinha se declarando ansioso pelo troféu, ao qual ele se considerava favorito para ganhar.

Entretanto, a possível vitória de Iniesta iria confirmar uma tradição que existe desde que a Fifa passou a oferecer o prêmio para os jogadores do ano, em 1991. Desde então, em anos de Copa do Mundo, a honraria sempre foi dada para jogadores que foram destaque da seleção campeã mundial.

Em 1994, o atacante Romário levou o prêmio, respaldado pelo brilhante desempenho na campanha do Tetra; em 1998, Zidane bateu o Brasil na final do Mundial com dois gols de cabeça; em 2002, Ronaldo ressurgiu e também marcou dois gols na decisão; e em 2006, Canavarro foi o destaque da Itália, que se destacava mais pelo poder defensivo do que por grandes qualidades ofensivas.

Neste ano, a Espanha ganhou o título com uma vitória contra a Holanda na prorrogação, justamente com um gol de Andrés Iniesta. Além disso, o estilo de jogo da Fúria, baseado no toque de bola, teve como grandes expoentes justamente Iniesta e Xavi, o mesmo meio de campo do Barcelona.

Leia tudo sobre: copa do mundoespanhafifafutebol internacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG