Treinador pede reforços para a Lusa e diz que, se o time vender mais jogadores, "até o treinador sai"

Após encerrar a temporada com o título da série B e o aceso para a primeira divisão, o técnico Jorginho , da Portuguesa , voltou a cobrar reforços e a manutenção da base do elenco para 2012. Palestrante da Footecon, feira sobre futebol que acontece no Rio de Janeiro nesta quarta-feira, na zona Sul do Rio de Janeiro, o treinador deu um ultimato para o clube, que já perdeu o zagueiro Matheus e também deve negociar o meia Marco Antônio .

“Tem que montar um time forte, senão estou fora. Foi essa colocação que fiz para renovar. Até agora de saída acho que só tem o Mateus confirmado, talvez o Marco Antônio , mas se continuar assim até o treinador sai. Não pode continuar dessa forma”, declarou o técnico da Portuguesa.

O treinador já enviou uma lista com nomes para a diretoria tentar contratar. O meia Rivaldo, que não continuará no São Paulo em 2012, foi sondado, mas Jorginho já declarou que o experiente jogador de 40 anos terá que se adaptar ao clube . Jorginho acredita que serão necessários ao menos oito nomes para reforçar o time.

“Se continuar os 11 que estavam jogando, mais dois que tínhamos lá, uns oito, mais ou menos, se não, se sair mais alguém, até 10 atletas. Nomes são dados, agora precisamos ver se teremos condições financeiras para contratá-los”, disse Jorginho, que explicou como funciona seu contrato, que tem a opção de rescisão unilateral caso o clube paulista não cumpra com as exigências em estrutura pedidas por ele.

“Tenho novo contrato, tudo bonitinho, mas tem uma cláusula que temos que permanecer com a maioria dos jogadores, ou trazer com qualidade igual ou menor, se não tenho a liberdade para sair”, finalizou o treinador da Portuguesa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.