Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogo em grama sintética traz boas recordações ao Internacional

Por vários motivos o técnico Celso Roth terá pelo menos oito desfalques para enfrentar o São José

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Gabriel Cardoso
Jogadores treinam na grama sintética
Jogar em uma grama sintética é um empecilho, mas traz boas recordações para o Inter. O time de Celso Roth enfrenta o São José, nesta quarta-feira, às 21 horas e 50 minutos, no estádio Passo D ´Areia. Em um piso semelhante o clube encaminhou o título da Libertadores da América de 2010.

Em 11 de agosto daquele ano o Inter venceu o Chivas, por 2 a 1, no estádio Omnilife. Era uma das primeiras partidas do novíssimo gramado sintético do clube mexicano. O resultado deu a tranquilidade aos gaúchos para jogar a segunda partida da final da Libertadores e chegar ao título da competição.

“A competição é diferente, mas o gramado em si é bem parecido. Está dentro dos parâmetros, se não a Fifa não liberaria”, disse o técnico Celso Roth.

Os jogadores treinaram no campo do jogo nesta terça-feira. O meia-atacante Zé Roberto machucou o tornozelo esquerdo e pode ser mais um desfalque do técnico Celso Roth. Ele será reavaliado antes do jogo.

“O gramado é bom, só que é diferente. Não lembro muito de como era no México, mas temos que passar por qualquer dificuldade”, avaliou Guiñazu.

O time terá Lauro; Daniel, Índio, Sorondo (Ronaldo Alves) e Juan; Wilson Matias, Guiñazu, Oscar e Andrezinho; Rafael Sobis (Zé Roberto) e Cavenaghi. Ainda foram relacionados Renan, Massari, Augusto, Glaydson, Alex e Eduardo Sasha.

Serão oito desfalques: Nei, Kléber, Bolívar, Tinga e D´Alessandro lesionados. Rodrigo suspenso; e Leandro Damião e Bolatti na seleção.
 

Leia tudo sobre: InternacionalCelso RothGuinazu

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG