Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogo do Fla na semana do Carnaval é alvo de crítica de Luxemburgo

Treinador diz que havia espaço na tabela para encaixar confronto com o Bangu, quinta-feira, em outra data

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Depois da folia no Sambódromo e dos treinamentos no Ninho do Urubu, o Flamengo volta a jogar nesta quinta-feira, às 19h30, contra o Bangu, em Macaé. O técnico Vanderlei Luxemburgo lamentou o fato de precisar jogar na semana do Carnaval numa cidade como o Rio de Janeiro, que usa a festa como uma de suas principais atrações turísticas.

Luxemburgo sabe que a cobrança será ainda maior nesse jogo contra o Bangu, principalmente em cima de Ronaldinho Gaúcho, que desfilou em três escolas de samba no Rio, foi ao Baile do Vermelho e Preto e ainda em um bloco na Barra da Tijuca. O jogador participou dos treinamentos de segunda-feira até quarta-feira, chegando sempre no horário.

“Os dirigentes poderiam ter um pouco mais de consciência com relação a isso. Olhei a tabela e vi que tem semana aberta. Poderiam ter colocado o jogo em outra data. Aí, tem a exigência da televisão, mas é o mesmo canal que tem os direitos de transmissão do Carnaval. Então, não consigo entender e isso não vai mudar”, afirmou Luxemburgo.

Ele mesmo desfilou no Salgueiro e os jogadores entenderam o recado do treinador. A dedicação foi grande nos treinamentos da semana para manter a forma e estar bem preparado para enfrentar o Bangu.

“Não acho que dois dias de Carnaval vão tirar a forma física de um atleta. Isso é a coisa mais normal do mundo. Mas a crítica vai existir. Vão cobrar da mesma forma. Está enraizado na nossa cultura”, afirmou o treinador.

O chileno Maldonado foi ao Sambódromo no domingo acompanhar o desfile das escolas de samba do Rio. Em 2010, ele também estava em um dos camarotes e precisou conviver com as críticas pela derrota para o Botafogo na semifinal da Taça Guanabara, disputada na Quarta-feira de Cinzas.

“Acho que não deveria ter jogo mesmo nessa semana. Deveriam dar mais tempo de recuperação para os jogadores. O país inteiro fica parado por causa do Carnaval. Isso só atrapalha o nosso trabalho”, afirmou o jogador.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG