Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores reconhecem: luta do Flamengo é contra rebaixamento

Time tem 40 pontos e enfrenta o Atlético-MG, que está com 36. Depois, pega o Guarani, que também soma 36

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860073477&_c_=MiGComponente_C

Quando Vanderlei Luxemburgo chegou ao Flamengo, a preocupação era colocar na cabeça dos jogadores um visão otimista da situação do time no Campeonato Brasileiro. O risco de rebaixamento foi deixado de lado, e o foco passou a ser na conquista da uma vaga na Cop Sul-Americana. O tempo passou, a realidade não mudou. E o grupo se conscientizou da realidade.

Depois de conquistar sete pontos em três jogos, o Flamengo caiu de produção. Nos últimos quatro jogos, conquistou apenas três pontos e não venceu. A queda é preocupante, e o jogo de sábado contra o Atlético-MG, em Sete Lagoas, é fundamental para dar tranquilidade ao grupo na reta final do Brasileiro.

"Lutamos sim contra o rebaixamento. Não podemos dar mole, pois essa possibilidade existe. Não tenho feito contas, mas sei que precisamos vencer para sair dessa", afirmou o zagueiro Welinton, de apenas 21 anos, que foi titular nos sete jogos sob o comando de Vanderlei Luxemburgo.

O Flamengo tem 40 pontos contra 36 do Atlético-MG. Depois da rodada deste sábado, terá pela frente, no Engenhão, o Guarani, que também soma 36 pontos e abre a zona de rebaixamento do Brasileiro. São dois confrontos diretos na luta para escapar da Série B.

"Não temos tanto risco de cair, mas precisamos conquistar os nossos pontos. Com duas vitórias ou um empate e uma vitória nesses dois jogos resolvemos a nossa situação e, aí sim, poderemos pensar em uma vaga na Sul-Americana", afirmou o goleiro Marcelo Lomba.

Leia tudo sobre: campeonato brasileiroflamengofutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG