Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores lamentam chances desperdiçadas em Juiz de Fora

Goleiro Rodrigo, do Tupi, foi o nome da partida e foi elogiado pelo ídolo Fábio, capitão do Cruzeiro

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O Cruzeiro não pode reclamar que não teve chances de vencer o Tupi, em Juiz Fora, nessa quarta-feira, pelo Campeonato Mineiro. O time da capital teve várias oportunidades na primeira etapa, e acabou falhando nas finalizações. O goleiro Rodrigo, do Tupi, foi o grande nome da partida, com várias defesas importantes.

O zagueiro Gil gostou do posicionamento do Cruzeiro em campo, apesar do empate. “Foi um jogo complicado, sabíamos da dificuldade de jogar aqui. Nos comportamos bem, tivemos chances e não fizemos os gols”, analisou o zagueiro.

O goleiro Fábio, que foi exigido apenas uma vez na partida, elogiou o jovem Rodrigo, que evitou várias chances cruzeirenses. “Tivemos muitas chances de sair com a vitória, mas não fizemos o gol. Temos que destacar que o goleiro adversário foi muito bem”, disse o capitão do Cruzeiro.

O técnico Cuca disse que o goleiro do Tupi estava "iluminado". "Foi aquele dia que o goleiro estava iluminado, foi o melhor em campo e defendeu bolas incríveis. Perdemos pênalti e ele defendeu bolas que impediram nossa vitória. Quando a bola não entra, cria ansiedade e dá moral para o goleiro adversário. Quando não é o dia de fazer o gol, você não vai ganhar", disse o técnico.

O jovem Rodrigo, de apenas 21 anos, ficou emocionado com os elogios de Fábio. “Para mim é uma honra receber elogios dele, um goleiro que sempre admirei e sou fã desde as categorias de base”, disse o goleiro do Tupi. Quando Rodrigo não salvou, a sorte esteve ao seu lado, já que duas bolas do Cruzeiro acertaram a trave do time de Juiz de Fora.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroCampeonato Mineiro 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG