Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores do Vasco lamentam morte do menor no CT de Itaguaí

Fágner e Alecsandro falam sobre a dor da família. Polícia faz inspeção no local nesta sexta

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

A morte do menino Wendel Venâncio da Silva , de 14 anos, que na quinta-feira realizava testes para a categoria sub-15 do Vasco no CT de Itaguaí (70 km do Rio), chocou os jogadores do time profissional. O menor fazia seu segundo exame para ingressar na base do clube quando passou mal e não resistiu , chegando já sem vida no hospital.

Cristóvão testa Vasco no 3-5-2 para clássico com o Fluminense

Wendel era natural de São João Nepomuceno (MG), estava no Rio na casa de amigos e o principal questionamento é a estrutura do CT, de propriedade do ex-jogador Pedrinho Vicençote, diz respeito ao atendimento médico. Tanto que o menor foi levado para o hospital no carro do Cássio, ex-jogador do clube e hoje treinador do time infantil. O delegado Julio Cesar Vasconcelos da Costa, da 50ª DP (Itaguaí) irá nesta sexta ao centro de treinamento inspecionar se o local.

Alecsandro quer usar campanha no Carioca para apagar Libertadores

“Situação triste, a gente fica sem saber exatam

Hilton Mattos
Fágner volta ao Vasco contra o Fluminene, domingo
ente o que aconteceu, como foi. A gente espera que isso não volte a acontecer, porque tem uma família sofrendo neste momento, uma família que precisa de conforto”, disse o latera-esquerdo Fágner, que volta ao time no domingo, no clássico contra o Fluminense, no Engenhão, pelo Campeonato Carioca.

“Ficamos tristes, pois é um colega de profissão. Essa hora tem uma mãe, um pai chorando. Mas tenho certeza que o Vasco dará todo conforto à família do menino”, lamentou o atacante Alecsandro.
 

Leia tudo sobre: vascofágneralecsandro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG