Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores do Palmeiras temiam fama de "pipoqueiros"

Marcos e Kleber comentaram no vestiário que os outros grandes estavam classificados e o alviverde não poderia ficar fora

Marcel Rizzo, iG São Paulo |

O goleiro Marcos avisou no vestiário: “Não podemos pipocar”. Com os outros três grandes classificados para a semifinal do Paulista, o goleiro, que retornou ao time (ficou no banco) depois de quase 80 dias recuperado de lesão, avisou aos companheiros que o Palmeiras precisava acabar com o estigma de cair para times menores. A vitória por 2 a 1 sobre o Mirassol classificou o Palmeiras para a semifinal, pela qual enfrenta o Corinthians

“Conversamos sobre isso no vestiário. Éramos o único grande que faltava para se classificar. Hoje mostramos que somos grandes como os outros. Se perdêssemos aqui, iriam pegar no nosso pé, dizer que perdemos para times pequenos”, disse o atacante Kleber.

Atrás do gol no segundo tempo, no aquecimento, o goleiro Marcos gritava para o árbitro marcar faltas a favor de seu time. “Tem que falar mesmo, orientar, se perdermos vão falar que somos pipoqueiros”, disse Marcos, ainda com a bola rolando, em entrevista à "Rádio Globo".

Os jogadores palmeirenses ressaltaram a força do Mirassol. “Não tem jogo fácil, gente. O time tem qualidade, podíamos ter perdido. Mas agora é jogar um clássico, que pode te colocar para cima, ou te colocar para baixo”, disse o meia Valdivia. O jogador deixou o campo mancando, mas garantiu que foi uma pancada que sofreu contra o Santo André, quinta-feira, e que não será problema para domingo. O Palmeiras não joga durante a semana.

 

Leia tudo sobre: PalmeirasCampeonato Paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG