Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores do Mazembe admitem não conhecer o Internacional

Acho que eles são favoritos, claro. Mas no futebol tem surpresas, disse Singuluma, o camisa 10 da equipe

Marcel Rizzo, enviado iG a Abu Dhabi |

Bedi, autor do gol da vitória do Mazembe sobre o Pachuca, deixou o estádio Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, com a bola que marcou o gol autografada por seus companheiros. Vou colocar na sala da minha casa. Talvez nunca mais eu faça um gol tão importante, disse o meia de 26 anos, que classificou seu time para a semifinal do Mundial de Clubes. Ele afirmou não saber como joga o Inter, mas que aprende rápido.

A saída dos atletas africanos do campo foi animada. Não tanto quando a dancinha que o goleiro Kidiaba, 34 anos, fez depois do gol e da classificação, mas os atletas davam a impressão de terem cumprido seu papel, apesar de terem conseguido vaga para enfrentar o Inter na semifinal da competição, jogo marcado para terça-feira, dia 14 de dezembro.

Não conhecemos muito do Inter, vamos ver alguns vídeos agora. Acho que eles são favoritos, claro. Mas no futebol tem surpresas, disse Singuluma, o camisa 10 da equipe e que quase fez um bonito gol por cobertura sobre o goleiro mexicano. Ele é um dos quatro estrangeiros da equipe, nasceu em Zâmbia, e disse ser importante para seu país também o resultado.

O arqueiro africano, que fez a dancinha, não parou para dar entrevistas. Deixou a zona mista (setor na saída do vestiário no qual os atletas são obrigados a passar, mas não a falar com a imprensa) empurrado por seguranças. Sorria, talvez sabendo que sua coreografia vai correr o mundo neste sábado.

O treinador Lamine NDiaye, nascido no Senegal, disse conhecer um pouco o time brasileiro. Mas que realmente seus atletas conhecessem pouco, o que mostra que a esperança em vencer o Pachuca não era assim tão grande.

É um time mais forte (do que o Pachuca), por isso vamos precisar jogar melhor do que fizemos hoje. Tem técnica e força. Não somos os favoritos, mas vamos entrar para jogar de igual para igual, disse NDiaye.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG