Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores do Fluminense dizem não acreditar em corpo mole

Ricardo Berna e Leandro Euzébio deixam boatos sobre corpo mole de lado e afirmam que equipe entrará em campo pensando apenas no Palmeiras

iG Rio de Janeiro |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854148337&_c_=MiGComponente_C

Não será por falta de precaução e seriedade que o Fluminense deixará de conquistar o bicampeonato brasileiro. Focados somente no Palmeiras, os jogadores comandados por Muricy Ramalho parecem ter assimilado perfeitamente a forma de trabalhar do treinador e preferiram não opinar sobre a semana polêmica e conturbada vivida pelo adversário após a derrota para o Goiás pela semifinal da Sul-Americana. 

Photocamera
Deco e Conca se exercitam no treinamento deste sábado
Deco e Conca se exercitam no treinamento deste sábado

Um dos líderes do time, Ricardo Berna usou o mesmo  discurso adotado antes da partida contra o São Paulo. Se antes da goleada de 4 a 1 os jogadores do Fluminense preferiram ignorar as especulações de que os rivais paulistas fariam corpo mole, o goleiro afirma nem pensar nisso sobre o adversário deste domingo.

Eu já disse que isso não existe. Não passa pela nossa cabeça esse tipo de coisa. Todos no Palmeiras são profissionais e vão entrar em campo pensando apenas em vencer. Não temos qualquer tipo de ilusão de que a partida será fácil, afirmou Ricardo Berna.

Um dos indicados ao prêmio de melhor zagueiro do Campeonato Brasileiro, Leandro Euzébio tem a mesma opinião de Ricardo Berna. O jogador, que completa 50 jogos pelo Fluminense diante do Palmeiras, acredita que o time tem de entrar em campo pensando em vencer sem se preocupar com os resultados dos rivais diretos pelo título.

Temos que entrar em campo pensando apenas no nosso compromisso. Não adianta nada Corinthians e Cruzeiro tropeçarem se nós não fizermos nossa parte.  Depois que conquistarmos a vitória ai sim vamos querer saber o resultado dos outros jogos. Se entramos em campo pensando nos rivais podemos no complicar, explicou.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminensefutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG