Tamanho do texto

Atletas põem culpa na falta de sorte em lances decisivos na partida contra o Flamengo

O Atlético-PR mostrou um bom futebol na Arena da Baixada, mas ainda não conseguiu sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro 2011. Neste domingo, empatou por 1 a 1 com o Flamengo . O goleiro Márcio vê o resultado como uma verdadeira derrota, pois seu time não fez valer o mando de campo.

"Foi um ponto mas, em casa, no nosso caldeirão, não importa o adversário, a gente tem que vencer. E jogamos para vencer, mas a bola voltou a não entrar", disse o camisa 1. Para o atacante argentino Nieto , que perdeu algumas oportunidades, os gols não estão acontecendo por azar. "Faltou um pouco de sorte. Jogamos um bom jogo. O empate não foi justo, merecíamos a vitória", avaliou.

Quem também achou que o resultado final não correspondeu à realidade da partida foi o volante Marcelo Oliveira ,  "O resultado não foi justo pelo que o time apresentou. O time lutou, batalhou e em um lance eles tiveram a sorte. Mas vamos levantar a cabeça e não nos deixar abater", disse.

O zagueiro Rafael Santos colocou uma bola na trave aos 45 minutos do segundo tempo e lamentou não ter balançado as redes, aumentando o jejum de vitórias da equipe do Paraná. "A bola não está entrando. Agora é trabalhar ainda mais para que possamos sair dessa situação. Venho buscando o gol, venho trabalhando. Tenho certeza que na hora que a bola começar a entrar, o time vai embalar", afirmou.

Se o empate voltou a trazer coisas negativas, pelo menos o lateral Wendell viu a partida como início de uma sequência dentro do time. O jogador ganhou a vaga em uma disputa com Wagner Diniz , fez um bom jogo e virou uma opção interessante pra o técnico Adílson Batista. "Eu fiz aquilo que o treinador pediu durante a semana. Fazia tempo que não atuava como titular, mas acredito que fiz uma boa partida", concluiu.null

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.