Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores do Atlético-MG não entram nas provocações do Cruzeiro

Atleticanos evitam criar polêmica na semana decisiva do Mineiro e não respondem declarações dos rivais

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Serginho vê como normal as provocações durante a semana do clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro
Com vantagem na final do Campeonato Mineiro, o Atlético-MG evita entrar em polêmicas com o Cruzeiro. Logo depois da partida vencida pelo time alvinegro na Arena do Jacaré, os jogadores celestes deixaram o campo dizendo que os atleticanos já se consideravam campeões. Segundo o atacante Wallyson, o meia-atacante Mancini teria dito que o Atlético-MG estava com o título garantido. Tudo desmentido pelo jogador alvinegro.

As provocações não pararam. Fora de campo o Cruzeiro continuou a provocação com o gerente de futebol, Valdir Barbosa, que declarou nunca ter visto um raio cair três vezes no mesmo lugar, numa clara referência às derrotas para Once Caldas e Atlético-MG. Sem entrar na pilha dos cruzeirenses, os jogadores do Atlético-MG são cautelosos nos comentários sobre o próximo clássico.

“Toda vez que tem clássico acontece, cada um procura colocar pilha do seu lado. Nosso grupo está focado para a partida e essa declaração não abala a gente. No domingo vamos fazer nosso melhor”, disse o meia Renan Oliveira, que segue concentrado apenas na partida.

“A gente tem que procurar jogar bola, fazer o nosso melhor. Em clássicos, o pessoal de fora fala muito. Temos que entrar para fazer o melhor”.

Mesmo sem dar resposta ao dirigente cruzeirense, Serginho diz que a provocação faz parte do clássico. O importante é não deixar que as palavras fora do campo influenciem o desempenho dos jogadores durante a partida.

“Se não houver provocação, não é clássico. Temos que ter os pés no chão, saber que entra em um ouvido e sai no outro. Estamos conversando para que nada que vem de fora nos afete”.

Leia tudo sobre: Atlético-MGCampeonato Mineiro 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG