Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores do Atlético-MG lamentam possível saída de Tardelli

Diretoria deve contratar um atacante caso negócio seja concluído, já que também perdeu Obina e Diego Souza

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O atacante Diego Tardelli foi liberado pela diretoria para viajar até a Rússia para acertar os últimos detalhes de sua transferência para o Anzhi Makhachkala, mesmo time que levou Roberto Carlos do Corinthians. A negociação pode ser concluída a qualquer momento, e a possível saída do atacante do Atlético-MG, um dos principais jogadores do elenco, já preocupa os colegas.

O experiente Ricardinho, que já atuou no futebol europeu, ressaltou que a venda de atletas brasileiros para o “velho continente” é algo normal. “Infelizmente essas são situações do futebol (venda de atletas para o exterior). Não é a primeira vez e nem será a última. Isso é normal no Brasil, onde a produção de atletas é muito grande e as transferências fazem parte da rotina”, disse Ricardinho, que torce pelo atacante no futebol russo. “Ele proporcionou muitas alegrias ao torcedor atleticano enquanto esteve aqui. Agora vai para uma nova etapa de sua carreira e esperamos que dê certo lá”, disse.

O zagueiro Réver, capitão do Atlético-MG, concorda. “Quando grandes jogadores se destacam aqui, é normal que os times da Europa cresçam o olho e acabem comprando. Mas nosso grupo é bom, tem jogadores de qualidade para substituir o Tardelli, que é uma de nossas principais peças”, disse o defensor.

Já o atacante Ricardo Bueno, que deve receber mais chances com a saída do companheiro de ataque, lamenta a saída de Tardelli. “Nós lamentamos pois é um de nossos principais jogadores. Sem ele, devem aparecer mais chances no ataque não só para mim quanto para todos os outros jogadores do setor”, disse Ricardo Bueno.

Especulações
Depois da saída de Obina para o futebol chinês, de Diego Souza para o Vasco e da possível transferência de Tardelli para o futebol russo, especula-se que a diretoria do Atlético-MG possa contratar algum substituto. Magno Alves prefere deixar o assunto para a diretoria. “Isso é coisa para a diretoria resolver. No começo do ano, dizia-se que tinha muita gente no ataque, e agora isso está diminuindo. Vamos ver o que eles vão resolver”, concluiu.
 

Leia tudo sobre: Atlético-MGDiego Tardelli

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG