Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores do Atlético-MG lamentam inúmeras chances perdidas

Time mineiro teve dois jogadores a mais durante o segundo tempo, mas não conseguiu fazer os gols

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

null

A frustração era visível entre os jogadores do Atlético-MG depois do empate com o Ceará, na Arena do Jacaré. Jogando com dois jogadores a mais no segundo tempo, o time mineiro armou um verdadeiro bombardeio à meta de Fernando Henrique, mas a bola não entrou. Para os atleticanos, a explicação para o empate está na ineficácia nas finalizações.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

Para o zagueiro Werley, o time mineiro deveria ter matado a partida ainda na primeira etapa. "Criamos várias chances, mas infelizmente não conseguimos concluir. Se fizéssemos o 2 a 0 no primeiro tempo, tínhamos tudo para sair com goleada", analisou o defensor.

O atacante Magno Alves, que perdeu uma penalidade na primeira etapa, chamou a responsabilidade para si. "Tivemos muitas chances e não fizemos os gols. A responsabilidade é minha, perdi o pênalti. Méritos do goleiro também, que fez uma grande defesa", afirmou o atacante atleticano.

O armador Daniel Carvalho acredita que a torcida está no direito de se sentir envergonhada pela fase do time, que está na zona de rebaixamento. "Futebol não dá para vacilar. Na fase em que estamos, não podemos perder essa quantidade de gols. Todos vacilaram e o torcedor tem todo o direito de estar envergonhado pela equipe", concluiu o meia.

Entre para a torcida virtual do Atlético-MG e comente as justificativas dos jogadores

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG