Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores defendem Adilson e dizem que torcedor está mal acostumado

Atletas acreditam que títulos goleadas na temporada passada ajudam a pressionar o elenco de 2011

Samir Carvalho, iG Santos |

Após a derrota no clássico contra o Corinthians por 3 a 1 no último domingo, no estádio do Pacaembu, os torcedores do Santos já começaram a demonstrar insatisfação com o técnico Adilson Batista. Sabendo da pressão contra o treinador na Baixada Santista, os jogadores da equipe saíram em defesa do treinador nesta terça-feira, no CT Rei Pelé.

O goleiro Rafael, inclusive, disse que o torcedor santista ficou mal acostumado após o desempenho da equipe em 2010, que além de conquistar dois títulos – Campeonato Paulista e Copa do Brasil – a equipe se destacou com diversas goleadas contra os adversários.

“O Santos sempre teve grandes equipes, o torcedor está mal acostumado. Não conseguimos encantar como no ano passado, mas o torcedor tem o direito de cobrar. Futebol hoje está cada vez mais difícil. Às vezes não conseguimos ganhar de goleada, mas estamos cientes que o trabalho está sendo bem feito”, afirmou o goleiro Rafael.

Na última segunda-feira, em uma padaria localizada no Canal 5, na Praia do Embaré, em Santos, ponto de encontro de torcedores fanáticos do clube, foi colocada uma faixa com os dizeres: “Muito faz quem não estorva!! Fora Adilson!!”.

“Ficamos tristes por isso porque o professor (Adilson Batista) tem feito um grande trabalho. Se vencermos o Cerro Porteño (na segunda rodada da Libertadores), fica tudo bem de novo”, disse Rafael.

Uma das principais reclamações da torcida santista é sobre as constantes mudanças que Adilson Batista tem feito na equipe. O treinador sacou Zé Eduardo e Maikon Leite, um dos artilheiros do time na temporada, e escalou Diogo como parceiro de Neymar no ataque nos últimos dois jogos.

O zagueiro Bruno Rodrigo não concorda com a crítica dos torcedores sobre as mudanças de escalação, e ressaltou que o clube negociou jogadores importantes na temporada passada.

“A torcida quer ver o time ganhar, ainda mais no clássico, às vezes tem um amigo corintiano. Eu não vi o time mudar tanto de um jogo para outro. É bom lembrar que ano passado tinha excelente jogadores, saíram o Wesley, o André e o Robinho”, disse o zagueiro.

AE
Padaria "A Santista", na esquina das ruas Almirante Cochrane e Epitácio Pessoa, ponto de encontro de torcedores do clube na cidade

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG