Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores da Ponte Preta são liberados pelo STJD

Com isto, Pirão, Renan e William estarão à disposição do técnico Gilson Kleina desde o início da temporada

Gazeta Esportiva |

Três jogadores da Ponte Preta foram julgados pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e foram absolvidos nesta terça-feira. Por unanimidade, o volante Pirão foi apenas advertido, enquanto o zagueiro Renan e o atacante William pegaram uma partida de gancho e já estão liberados.

Pirão foi expulso no duelo contra o Brasiliense, no dia 20 de novembro, depois de receber o segundo cartão amarelo por uma entrada dura. Ele foi julgado no artigo 250, por praticar ato desleal ou hostil, e poderia pegar até três partidas de suspensão, mas ficou com apenas uma advertência.

O zagueiro Renan recebeu o cartão vermelho de maneira direta, e, por ser enquadrado no artigo 254 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), poderia pegar uma suspensão de até seis partidas, mas acabou sendo absolvido.

Já William foi expulso após o final da partida, por ofender o árbitro. Ele teria dito: "parabéns seu safado do c... era isso que você queria né?". Apesar disto, o departamento jurídico da Ponte Preta conseguiu desclassificá-lo do artigo 243-F (ofender alguém em sua honra), para o artigo 258 (praticar ato desleal), diminuindo a punição, que poderia chegar a seis partidas, além de uma multa, para apenas um jogo.

Com isto, os atletas estarão à disposição do técnico Gilson Kleina desde o início da temporada.

Leia tudo sobre: ponte pretastjd

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG