Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores avaliam que Coritiba não rendeu nem metade do que pode

Elenco admite que preparação física pesou no 2º tempo da estreia de domingo, mas vêem futuro promissor

Altair Santos, iG Curitiba |

Os jogadores do Coritiba iniciaram nesta segunda-feira a segunda etapa da pré-temporada. Depois de 11 dias em Foz do Iguaçu, eles agora seguirão em regime de concentração no CT Sportville, em Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba. A clausura vai até dia 23 de janeiro e o objetivo é finalizar a fase de preparação física intensa para pôr o elenco em forma.

Na opinião dos atletas, quando o condicionamento ideal for atingido, o Coritiba tem condições de render o dobro do que apresentou na partida de estreia, domingo, quando venceu o Operário por 1 x 0. “O condicionamento físico ainda não é ideal. Sentimos um pouco no final, pelo calor, mas a dedicação foi total e vamos melhorar a cada partida”, avaliou o zagueiro Pereira.

O goleiro Edson Bastos disse que o desempenho do time pode dobrar. “Pecamos muito na finalização, mas tenho certeza de que nos próximos jogos vamos melhorar. O time ainda não rendeu nem 50% do seu potencial”, disse, com a concordância do atacante Leonardo. "Foi só uma semana de treinamento, com boa parte do tempo passando por avaliações. O time vai se soltar e render mais a cada rodada”, completou.

O técnico Marcelo Oliveira reafirmou que a questão da condição física vai pesar muito para as grandes equipes neste início de temporada. "Muitos grandes times que jogam Campeonato Brasileiro tiveram apenas 10 dias para treinar. Coincidentemente, muitos deles acabaram tropeçando na estreia. Por isso, avaliei que, em primeira instância, o importante era ganhar. Se não foi perfeita, foi uma vitória interessante pelo espírito de luta dos jogadores”, elogiou.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG