Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jogadores admitem desatenção e tentam explicar vexame atleticano

Depois de vencer o primeiro tempo por 2 a 0, o Atlético-MG levou a virada para o Corinthians, em Ipatinga

Gazeta |

Os jogadores do Atlético-MG tentaram explicar os motivos para mais uma derrota da equipe no Campeonato Brasileiro, a décima em apenas 17 jogos. O time atleticano chegou a abrir dois gols de frente em cima do Corinthians , mas teve um apagão no segundo tempo e levou a virada em pleno Lamegão. Para o jovem Bernard a equipe paulista voltou mais atenta na etapa final.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

"É complicado. Fizemos um primeiro tempo excelente, quase perfeito. Conseguimos dois gols e eles voltaram mais atentos que a gente, e acabaram conseguindo os três gols. Dentro de casa não se pode perder três pontos assim, e agora é colocar a cabeça no lugar, porque no sábado temos outro jogo difícil", declarou.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão


Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e chame seus amigos

O avante Guilherme , que marcou o segundo gol do Atlético-MG, afirmou que o momento é de trabalhar e conseguiu enxergar uma mudança de postura da equipe. "O momento é de trabalhar e de ter reflexão. Acho que a postura do time melhorou em relação aos últimos jogos, isso foi evidente, mas a maré não é boa, e isso aconteceu. Agora temos que trabalhar e ter tranquilidade", disse.

O zagueiro Lima não conseguiu entender o motivo do apagão alvinegro na volta para o segundo tempo, e classificou os gols sofridos pela equipe como lances infantis. Segundo ele, o campeonato começa a chegar em uma fase mais aguda e o clube precisa reagir o mais rápido possível para sair da situação ruim em que se encontra.

"No segundo tempo entramos com um sono incrível e tomamos gols muito infantis, e temos que ver o que está acontecendo. Está afunilando e temos que reverter este quadro logo. Nessa hora temos que falar o menos possível, porque a situação está muito difícil e precisamos trabalhar e tirar forças de onde não tem, porque está ficando complicado", afirmou.

null

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011BernardLima

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG