Tamanho do texto

Meia ficou de fora de apenas um jogo da campanha corintiana e lidera assistências no torneio

Ao menos um terço dos 44 gols que o Corinthians marcou neste Campeonato Brasileiro passaram pelos pés de Danilo . O meia de 32 anos, que recentemente renovou seu contrato, deu 10 assistências, marcou três gols e iniciou as jogadas de outros dois. Os números mostram sua importância para o time, mas ele quer mais. Espera decidir, desta vez com o título, como tentou na reta final do Brasileiro de 2010.

Danilo quer ser protagonista na campanha do título
Gazeta
Danilo quer ser protagonista na campanha do título

Siga a página do iG Corinthians no Twitter

No Brasileiro de 2010, Danilo era reserva. Na reta final, porém, Tite, que recém chegara, lhe deu chances e ele correspondeu com gols contra Vitória e Vasco. Danilo colaborou decisivamente para o time. E neste ano, como aconteceu no gol que fez contra o Vasco em São Januário, no ínicio do mês, ele quer ter mais uma vez participação decisiva na campanha. "Mas desta vez precisa ser com o título", disse Danilo.

Entre para a torcida virtual do Corinthians e o ajude a se manter no topo do ranking

Titular em 25 jogos, ele esteve em 30 dos 31 jogos da campanha corintiana. Nenhum jogador corintiano atuou mais que ele. Assim, com tantos números positivos, Danilo espera que sua experiência ajude e que os seus companheiros tenham um pouco da sua tranquilidade durante os jogos para continuarem na trilha do título. "Nessa hora os jogadores que têm mais tempo de carreira, que passaram por mais coisas no futebol, podem colaborar mais. Eu tenho consciência da minha responsabilidade", disse Danilo.

Leia também: Danilo relembra 2010 e espera que desta vez rivais não facilitem

O meia iniciou 17 dos 19 jogos do primeiro turno. Começou o segundo ainda como titular, mas caiu de produção e virou apenas opção no banco por quatro rodadas. Com a calma que lhe peculiar, o meia não chiou. "Eu sou um cara tranquilo. Sei que todos querem o melhor do time. Todos têm qualidade e num campeonato longo é impossivel jogar bem todos os jogos", disse.

O reencontro do time com boas atuações aconteceu justamente quando o meia retomou sua melhor fase atuando com Alex. Nos últimos seis jogos foi assim com três vitórias, dois empates e uma derrota. Quando não venceu, o time jogou bem, como empates contra Inter e Vasco e no segundo tempo da derrota para o Botafogo.

Para Danilo, o segredo para o time chegar ao título é não se desesperar. E para isso ele tenta que seus companheiros assimilem um pouco da sua paciência e joguem sem desespero. "Tento passar uma tranquilidade para todos aqui, para não afobar, esperar a melhor de dar um passe, arriscar um chute".

Neste domingo, contra o Avaí, Tite não deve ter Alex à disposição . Danilo não se esquiva da maior responsabiidade. "Muda o posicionamento, mas temos formas diferentes de jogar e estamos acostumados a elas. Não vai ter problema", comentou.