Torcedor do Junior Barranquilla apanhou do mexicano Luis Esqueda durante jogo da Copa Libertadores

O famoso "clima de guerra" da Copa Libertadores da América veio à tona na noite da última quinta-feira. Não por briga entre as equipes, como é sempre esperado, mas pela agressão de um atleta a um torcedor que invadiu o gramado. O mexicano Luis Esqueda, do Jaguares, aplicou uma voadora digna de filmes de artes marciais em um torcedor do Junior Barranquilla-COL que invadiu o gramado do estádio municipal Roberto Meléndez.

Esqueda dá uma de Bruce Lee durante jogo da Libertadores. Ele não sofreu nada, mas teve colega expulso
AP
Esqueda dá uma de Bruce Lee durante jogo da Libertadores. Ele não sofreu nada, mas teve colega expulso
Esqueda, que havia entrado no decorrer da partida, não sofreu qualquer tipo de punição do árbritro brasileiro Héber Roberto Lopes, que apitou o confronto. O lance, porém, deu início a uma discussão generalizada entre os atletas, já que os jogadores do Junior não gostaram da atitude do jogador mexicano. Para acalmar os ânimos, Héber expulsou um de cada time: Fawcett, do clube colombiano, e Martínez, do Jaguares.

A partida terminou em 3 a 3 e o clube mexicano avançou graças aos gols marcados fora de casa (o primeiro jogo, na cidade de Tuxla Gutiérrez , terminou em 1 a 1). Na próxima fase da Libertadores, O Jaguares vai enfrentar o Cerro Porteño-PAR, que bateu o Estudiantes, da Argentina, nos pênaltis .

Revoltados com a eliminação do Junior, vários torcedores invadiram o campo. Esse aí terminou preso
EFE
Revoltados com a eliminação do Junior, vários torcedores invadiram o campo. Esse aí terminou preso

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.