Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Joel Santana lamenta queda no número de gols em bolas paradas

Equipe não marcou nenhum gol em escanteios ou faltas neste ano. Joel ainda procura cobrador oficial

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Uma das jogadas mais efetivas do Botafogo na conquista do Campeonato Carioca de 2010 não tem funcionado como o técnico Joel Santana gostaria nesta temporada. Com a saída do meia Lucio Flavio e do lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro, cobradores de faltas e escanteios na última temporada, Joel lamenta ter perdido uma de suas principais armas ofensivas.

"Vocês já perceberam que nós não estamos fazendo gols em escanteios e faltas como no ano passado. Não está no ponto que a gente quer, ainda não encontrei o jogador para fazer essa cobrança. A gente precisa encontrar o ponto da bola, era uma jogada muito forte que nós tínhamos e não estamos usando com eficiência nesta temporada", declarou o treinador do Botafogo.

No Campeonato Brasileiro, a jogada aérea continuou um dos principais trunfos do Botafogo. Dos 52 gols marcados pela equipe, 13 foram em jogadas aéreas. Neste ano, apenas um gol saiu desta maneira. Joel tem usado o meia Renato Cajá e os laterais Lucas e Márcio Azevedo na função de cobradores, mas o técnico reconhece que o pouco tempo para treinar também prejudica o fundamento.

"Nós praticamente só estamos descansando, não temos tido tempo para realizar coletivos, quanto mais para treinar esse tipo de jogada. Mas temos que encontrar algum jogador para realizar essa função", lamentou Joel Santana.

Leia tudo sobre: botafogocampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG