Treinador se reuniu com todo elenco e ouviu versão do uruguaio, que disse ter sido mal interpretado

A reunião entre comissão técnica e jogadores do Botafogo colocou um ponto final na troca de farpas entre o atacante uruguaio Loco Abreu e o técnico Joel Santana. Pelo menos no discurso, o treinador garantiu que o assunto já foi resolvido e confirmou Loco Abreu no ataque da equipe contra a Cabofriense, em Macaé, no estádio Cláudio Moacyr, no próximo domingo, às 19h30.

"Ele deu a versão dele, de que em nenhum momento quis entrar na parte tática, e eu dei minha versão para ele. Resolvemos frente a frente, conversando diante de todo mundo. Agora ele vai fazer a parte dele e eu a minha, acabou. Não sei se a palavra é 'lavar roupa suja', mas colocar as coisas no lugar. Quando aconteceu algo diferente do normal, é minha função colocar o trem no caminho certo, ou desviar de uma tempestade, que foi o que eu fiz", declarou Joel Santana.

Para Joel Santana, a reação do jogador foi surpreendente, já que a equipe acabou vencendo o Duque de Caxias de virada, por 2 a 1. Loco Abreu marcou o gol de empate, aos 33 do segundo tempo, em cobrança de pênalti. "Eu fiquei até surpreso, porque não sabia o que tinha acontecido. Até pela dificuldade do jogo, por termos virado com aquele calor, um jogo complicado. Esquema bom é aquele que ganha, não dá para dizer que nós estamos tendo problema, porque todas as equipes estão tendo problema, ainda é cedo", disse o treinador.

Não é a primeira vez que Joel e Loco Abreu discutem. No Campeonato Brasileiro de 2010, o uruguaio foi repreendido e multado em 20% do salário por ter reclamado após ser substituído contra o Prudente. Apesar do histórico, Joel nega qualquer desgaste na relação com o jogador. "Como vou tratar mal um ídolo do clube? Vai ser desgastante para ele, e vai ser desgastante para mim. Eu não quero ser estrela mais do que ele, ele que é a estrela do time, então vou ficar discutindo com ele aqui?", finalizou Joel.

Confira outros trechos da entrevista

Relação com Loco Abreu
"Ele é casado, tem 34 anos, um monte de filhos, você acha que eu vou ter a mesma relação que tenho com o Caio, com o Lucas Zen, com o Guilherme? Esses garotos eu coloco no colo. Você acha que eu dou conselho para o Loco? Ele que tem que me ajudar a dar conselho para os mais jovens. É um cara com experiência de seleção uruguaia, já passou por muitos times. Fui no aniversário dele e tudo".

Jogadores com personalidade forte
"Eu trabalhei com todo mundo, nunca tive problema com ninguém, vou ter com o Loco Abreu? Quer um exemplo? O 'baixinho'. Eu discutia com o Romário todo dia, todo dia. E é um dos meus melhores amigos dentro do futebol. Não tenho problema com isso. Só acho que não é função de jogador analisar as questões táticas".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.