Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Joel completa um ano no Botafogo com goleada sobre o Madureira

Com gols de Herrera, Loco Abreu, Alessandro e Caio, Botafogo venceu e segue 100% no Campeonato Carioca

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

A festa foi completa para o técnico Joel Santana nesta quarta-feira. Na partida em que completou um ano no comando do Botafogo, o técnico viu sua equipe derrotar o Madureira por 4 a 1 e manter 100% de aproveitamento na Taça Guanabara. Com gols de Herrera, Loco Abreu, Alessandro e Caio, o Botafogo teve o caminho facilitado pela expulsão do zagueiro Douglas Assis, no final do primeiro tempo. Apesar da festa, o principal convidado foi até chamado de burro quando a equipe era pressionada. No final, técnico e a pequena torcida que participou da festa, deixaram o Engenhão felizes com o resultado.

nullCom a vitória, o Botafogo segue na primeira colocação do Grupo B, com 9 pontos. O Madureira segue sem pontuar na última posição do grupo. Na próxima rodada o Botafogo enfrenta Olaria, no sábado, às 17h, no estádio Engenhão. Já o Madureira visita o Duque de Caxias, no mesmo horário, no estádio Los Larios.

O Jogo
Apesar do pequeno público que foi ao estádio Engenhão, o Botafogo começou ligado e pressionando o Madureira. Logo aos 5 minutos, o lateral-direito Lucas bateu falta da esquerda e o zagueiro Antônio Carlos subiu livre, mas a cabeçada saiu à direita do goleiro Cleber. Cinco minutos depois, o atacante Herrera recebeu na área, ajeitou, mas bateu por cima do gol.

Se a primeira tentativa de Herrera foi para fora, na segunda ele recebeu uma ajuda da defesa do Madureira para marcar. Lucas cruzou da direita, Victor Silva tentou cortar e acabou deixando a bola limpa para o argentino marcar o primeiro gol da partida, aos 14 minutos da primeira etapa.

Depois da parada técnica, o Botafogo começou a errar passes e recuar. Na defesa, os zagueiros não se entendiam, irritando o técnico Joel Santana. Aos 31, Da Costa recebeu na esquerda, driblou Lucas e chutou forte. Jefferson espalmou, a bola bateu na trave e, no rebote, Maciel chutou para fora. Melhor na partida, o Madureira pressionava e a torcida botafoguense começava a se irritar com o time. Aos 38 minutos, o centroavante Adriano Magrão recebeu cruzamento da direita, girou sobre a marcação e bateu para uma incrível defesa do goleiro Jefferson. Na sequência da jogada, o Madureira bateu escanteio e Adriano Magrão subiu livre, mas cabeceou no travessão.

AE
Alessandro comemora o seu gol, o terceiro da vitória do Botafogo sobre o Madureirra
O que parecia ser um trágico final de primeiro tempo, mudou em um lance. Aos 42 minutos, após cruzamento da direita, Loco Abreu escorou de cabeça, Herrera tocou e o zagueiro Antônio Carlos bateu de voleio, mas o zagueiro Douglas Assis cortou com a mão. O árbitro marcou pênalti e expulsou o zagueiro do Madureira. Na cobrança, Loco Abreu bateu no meio do gol, aumentando a vantagem do Botafogo e acalmando a torcida presente no Engenhão.

As duas equipes voltaram dos vestiários com mudanças. No Botafogo, o zagueiro João Felipe deu lugar ao atacante Caio, enquanto no Madureira, o atacante Adriano Magrão deu lugar ao volante Caio Cézar, e o meia Michel saiu para a entrada de Abedi.

nullA entrada de Caio deu velocidade e movimentação ao time do Botafogo, mas com a partida praticamente resolvida e um jogador a mais, o clube só criou a primeira chance clara de gol na segunda etapa aos 19 minutos. Caio puxou rápido contra-ataque e abriu na esquerda. O meia Renato Cajá recebeu e bateu forte, mas o goleiro Cleber espalmou para escanteio. 

Assim como na primeira etapa, o Botafogo perdeu o domínio da partida após a parada técnica. Aos 29 minutos do segundo tempo, mesmo com um jogador a menos, o Madureira descontou no placar. Rodrigo fez bela tabela com Abedi na entrada da área e bateu forte na saída do goleiro Jefferson. Após o gol, o técnico Joel Santana tentou dar novo fôlego ao time, trocando o lateral Lucas por Alessandro e o atacante Herrera pelo jovem Alex. No momento da troca, parte da torcida ignorou o aniversário de Joel e chamou o técnico de burro.

E foi justamente uma das alterações de Joel Santana que resolveu a partida para o Botafogo. Aos 36 minutos, Caio carregou pelo meio e encontrou Alessandro livre na direita. O lateral invadiu a área e bateu forte, no meio das pernas do goleiro Cleber, marcando o terceiro gol da equipe e sendo ovacionado pela torcida. Ainda deu tempo para Renato Cajá fazer boa jogada pela esquerda e cruzar para o atacante Caio marcar seu terceiro gol no Campeonato Carioca, na artilharia da equipe.


FICHA TÉCNICA: BOTAFOGO 4 X 1 MADUREIRA
Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro-RJ
Data: 26/01/2011
Horário: 22h (de Brasília)
Público: 2.536
Renda: R$ 47.690,00
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Jackson Massarra dos Santos
Cartões amarelos: Marcelo Mattos (BOT), Adriano Magrão (MAD), Edmílson (MAD), Michel (MAD), Caio (BOT), Bruno (BOT)
Cartão vermelho: Douglas Assis (MAD)

GOLS
BOTAFOGO: Herrera, aos 14 minutos do primeiro tempo; Loco Abreu, aos 43 minutos do primeiro tempo; Alessandro, aos 36 minutos do segundo tempo; Caio, aos 43 minutos do segundo tempo
MADUREIRA: Rodrigo, aos 29 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Jefferson, João Filipe (Caio), Antônio Carlos e Márcio Rosário; Lucas (Alessandro), Marcelo Mattos, Bruno, Renato Cajá e Somália; Herrera (Alex) e Loco Abreu
Técnico: Joel Santana

MADUREIRA: Cleber, Douglas Assis, Victor Silva e Edmílson; Valdir, Vinícius, Michel (Abedi), Rodrigo e Da Costa (Nil); Marcel e Adriano Magrão (Caio Cézar)
Técnico: Roy

Leia tudo sobre: botafogocampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG