Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Aírton fratura pé em treino no Fla e deve ficar dois meses fora

Além dele, Leonardo Moura, Ronaldinho e Gonzalez estão fora do jogo de quarta, contra o Boavista. Joel ainda aguarda por Renato

Vicente Seda, iG Rio de Janeiro |

Quando concedeu entrevista coletiva no Ninho do Urubu, o técnico Joel Santana ainda esperava que pudesse ter uma resposta positiva a respeito de Renato Abreu, gripado, e Aírton, que deixou o treino desta segundo com lesão no tornozelo esquerdo após choque com Diego Maurício. Porém, o problema é pior do que se pensava: o volante teve uma fratura no pé e deverá ficar dois meses fora da equipe. Joel confimou que o lateral Leonardo Moura, ainda em tratamento no joelho direito, só viajará para Macaé na sexta-feira, ao lado de Ronaldinho Gaúcho, que está com a seleção brasileira para partida contra a Bósnia, e do zagueiro Marcos Gonzalez, que foi convocado pelo Chile para amistoso contra Gana.

"Foi feito uma radiografia após o treino e constatada uma fratura na base do pé esquerdo, no quinto metatarso. Essa fratura leva entre 45 e 60 dias para consolidar. Se isso acontecer em 45 dias, teremos 15 dias para que ele trabalhe e volte a jogar em dois meses. Mas pode levar mais um pouco", explicou o médico do Flamengo Márcio Tannure.

Leia mais: Joel quer cinco vitórias do Flamengo após concentração em Macaé

Vipcomm
Joel terá desfalques para a partida contra o Boa Vista
Além deles, Willians também ficou fora do treinamento por problemas extra-campo. Como estava sendo julgado pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) pela expulsão contra o Botafogo e poderia pegar mais um jogo de gancho, Joel optou por não usar o volante nos treinos de domingo e segunda-feira, chegando a levantar especulações de que o jogador estaria sendo punido por não ter treinado no sábado, alegando estar passando mal.

Deixe o seu recado e cometne esta notícia com outros torcedores

"Ele estava sendo julgado. Foi absolvido. Já estou dando em primeira mão. Por isso o tirei. Esperamos, mas aí já estava no final do treino. Podia pegar dois jogos, pegou um já cumpriu. Tivemos de aguardar", esclareceu.

Confira ainda:
Flamengo inicia venda de pacote de ingressos para Libertadores

O treinador avisou que pretende usar os jovens, como Muralha e Camacho, que treinaram entre os titulares nessa segunda, aos poucos. "A gente tem sido cobrado todo dia, a gente ouve falar, mas as coisas têm de acontecer naturalmente. Até quando estivermos organizados, aí o jovem entra já sabendo o que tem de fazer. É questão de tempo. Cobrei do Camacho uma marcação mais rígida, mais constante, mas em termos de ensinamento. Estão na dúvida, se vai ou se fica, mas não é com um treinou ou dois, isso leva um tempo. Agora, quem entra, se for bem, pode ficar".

E mais: Luxa volta a falar sobre Fla e R10: “Foi uma coisa muito feia”

Sobre o Boavista, Joel pregou cuidado: "Não é uma equipe boba, conseguiu bons resultados na Taça Guanabara, tem jogadores perigosos, um técnico que conhece bem o futebol do Rio (Alfredo Sampaio), e a responsabilidade é toda nossa. Mas temos de vencer pois pretendemos estar nas finais da Taça Rio".

Leia tudo sobre: joel santanaflamengocampeonato carioca 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG