É comum todos ficarem ansiosos, mas temos de saber a importância de estar em uma decisão que muitos gostariam de participar, afirmou o treinador botafoguense

Mesmo sem a garantida de que o quarto colocado do Brasileirão terá a vaga na Libertadores, já que o Goiás disputa a final da Sul-Americana, o Botafogo adota um espírito de final para enfrentar o Grêmio. O time carioca necessita da vitória justamente para superar o rival deste domingo na classificação.

Mesmo sem a garantida de que o quarto colocado do Brasileirão terá a vaga na Libertadores, já que o Goiás disputa a final da Sul-americana, o Botafogo adota um espírito de final para enfrentar o Grêmio. No estádio Olímpico, o time carioca necessita da vitória justamente para superar o rival deste domingo na classificação.

Para o técnico Joel Santana, sobra a missão de controlar os nervos do grupo. Ainda assim, ele pede personalidade aos atletas com a chance de garantir um importante prêmio de consolação em 2010.

"É comum todos ficarem ansiosos, mas temos de saber a importância de estar em uma decisão que muitos gostariam de participar", afirmou o treinador.

Independentemente do resultado final no Brasileirão, Joel Santana mostra-se satisfeito com o trabalho no Botafogo. Ele assumiu o time em janeiro, logo após uma terrível goleada sofrida contra o Vasco (6 a 0), pelo Campeonato Carioca.

"O saldo do trabalho é excelente e não pode ser desvalorizado pelo resultado de apenas uma partida", avisou o comandante alvinegro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.