Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jobson se desculpa por indisciplina, mas segue afastado

Nesse período em que eu fiquei machucado a imprensa achou que eu voltei a usar droga, que o Botafogo estava me preservando. Mas não era isso, esclareceu

Agência Estado |

Depois de ser punido pela diretoria e afastado do time do Botafogo por faltar ao treino realizado na manhã da última sexta-feira, o atacante Jobson desabafou nesta quarta-feira. O jogador de 22 anos reconheceu o erro e prometeu não repetir o ato de indisciplina.

"Tenho que mudar, não fazer merda, né? No ano passado tive uma grande experiência na minha vida, não posso entrar em uma decepção de novo", disse em entrevista à TV Globo, referindo-se à punição que durou seis meses por uso de crack no fim do ano passado.

"Fico muito triste quando falam que eu voltei a usar droga. Não me recuso a fazer exames, de sangue inclusive. Não tenho peso na consciência em relação a isso. Nesse período em que eu fiquei machucado a imprensa achou que eu voltei a usar droga, que o Botafogo estava me preservando. Mas não era isso", completou.

Jobson, no entanto, não deve enfrentar o Internacional, domingo, no Engenhão, jogo importante para o Botafogo seguir na luta por uma vaga na Copa Libertadores. O técnico Joel Santana ainda está irritado com o último ato de indisciplina do jogador e não deverá relacioná-lo para a partida.

Leia tudo sobre: botafogocampeonato brasileiro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG