Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jobson não fala com a imprensa e reunião termina sem definição

Atacante se encontrou com o gerente de futebol do clube, Anderson Barros, por cerca de duas horas

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

A reunião entre Jobson e representantes do Botafogo terminou sem uma definição. O jogador conversou com o gerente de futebol do clube, Anderson Barros, por cerca de duas horas, na sede do clube, em General Severiano. Diferente de quando chegou ao Botafogo, por volta de 11h40 desta quinta-feira, quando declarou que gostaria de voltar ao time carioca, na saída do encontro, Jobson preferiu não conversar com a imprensa e foi embora em silêncio.

Na reunião, o atacante confirmou que aceitaria as condições impostas pelo Botafogo, de voltar a ter acompanhamento psicológico e tratamento para a dependência química. Os dirigentes do clube também discutiram a questão jurídica, já que Jobson tem contrato de empréstimo com o Atlético-MG até o final de 2011. Para encerrar o vínculo, o clube mineiro teria que arcar com a rescisão. Uma nova reunião entre dirigentes do Botafogo e o jogador, acontecerá amanhã.

O empresário de Jobson, Antenor Joaquim, também esteve presente no clube e participou da reunião. Ele explicou que o atacante acatará a decisão tomada pelo clube, que tem propostas de outras equipes do futebol brasileiro e até de fora do país, mas que Jobson gostaria de voltar ao Botafogo. O atacante ainda corre o risco de ser punido pela Corte Arbitral do Esporte, que irá analisar a punição aplicada ao jogador no caso de doping por cocaína, no final de 2009.

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG