Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jobson depõe, sai confiante e mira artilharia do Brasileiro

Atacante do Bahia é julgado na Suíça por caso de doping. Decisão da Corte Arbitral pode demorar 60 dias

Gazeta |

O atacante Jobson , do Bahia , está em Lausanne, na Suíça, onde prestou depoimento na Corte Arbitral do Esporte (CAS), que julga o caso de doping do jogador durante o Campeonato Brasileiro de 2009, quando o atleta ainda atuava pelo Botafogo.

O julgamento teve início na madruga de quinta-feira, e foi encerrado no início da tarde. Após depor para os três juízes que analisam o caso, Jobson saiu confiante e agora aguarda a decisão, que deverá ser conhecida em até 60 dias. "Não falei nada demais, só contei minha história. O juiz gostou da minha sinceridade e disse que esperava me ver sorrir novamente. Espero que eu volte mesmo sorrindo e fazendo gols. Quero ser o artilheiro do Campeonato Brasileiro", disse o jogador, ao canal "Sportv".

Jobson volta ao Brasil nesta quarta-feira e, enquanto a decisão do CAS não é revelada, poderá atuar normalmente pelo Bahia no Campeonato Brasileiro. O atacante, inclusive, foi um dos destaques do Tricolor Baiano na vitória sobre o Fluminense , no Engenhão. O camisa 11 marcou o gol da vitória no Rio.

O Caso
Jobson foi pego no exame anti-doping na partida entre Botafogo e Coritiba, no Brasileirão de 2009. No jogo contra o Palmeiras, o jogador foi novamente flagrado no exame, que acusou o uso de cocaína pelo atleta.

No início de 2010, o atacante revelou ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva ter usado crack e foi julgado a dois anos de suspensão. Após recurso, porém, a pena foi reduzida para seis meses.

Mas, a Wada (Agência Mundial de Doping) considerou a pequena a punição, e reabriu o processo em 2011, pedindo que a pena de dois anos fosse mantida.

Leia tudo sobre: jobsondopingcasbahia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG