Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jefferson, do Botafogo, critica indisciplina de Jobson

Durante visita à Soccerex, goleiro afirma que a falta de disciplina do atacante contribuiu para a derrota diante do Internacional, no último domingo

Vicente Seda, iG Rio |

A postura de Jobson fora dos gramados parece ter acabado de vez com a paciência dos companheiros de Botafogo. O atacante, que já foi afastado do futebol por doping e por pouco não teve o contrato rescindido em General Severiano, voltou a se atrasar para um treino no dia 12, assunto que repercutiu durante toda a semana que antecedeu a partida contra o Internacional, no Engenhão, na qual o time deixou escapar das suas mãos a chance de ir à Copa Libertadores em 2011.

Goleiro do Botafogo e da seleção brasileira, Jefferson não escondeu que o fato contribuiu para a derrota por 2 a 1 no último domingo.  O Botafogo ainda pode se classificar para o torneio continental, mas não depende mais apenas de suas forças.

A gente não esperava chegar a esse ponto, começou a fase contra o Avaí, e agora em casa, contra uma equipe que não tinha mais nada a fazer no campeonato, o Internacional, acabamos sendo surpreendidos", explicou Jefferson. Segundo o goleiro, o tropeço está fortemente ligado à indisciplina de Jobson.

"Acho que isso é reflexo de uma semana conturbada, de atrasos, punição, torcedores invadindo o treino, isso acabou influenciando na partida. O Botafogo começou o ano muito bem, mas agora na reta final algumas coisas atrapalharam e contribuíram para o time não estar disputando o título, algumas contusões e a postura do Jobson. Isso afeta o grupo, disse o goleiro, que circula pela Soccerex, convenção de negócios do futebol que acontece no Forte de Copacabana.

Indagado especificamente sobre o comportamento do atacante, Jefferson não se intimidou. Não é questão de perseguição ao Jobson, mas o que se planta, se colhe. Na última semana, o grupo ficou reunido para falar desse assunto, porque chegou atrasado, não treinou. Gosto dele e é um jogador que, quando está 100%, faz a diferença, mas não estava por causa dessa postura fora do campo. Mas ainda temos chances de conseguir a vaga na Libertadores e vamos lutar por essa possibilidade matemática. No ano que vem, temos de pensar nos erros de 2010 para que não se repitam e seja uma temporada ainda melhor.

Jefferson também destacou a lesão de Maicosuel, que o tirou do campeonato, como outro fator que pesou na reta final para que o time dirigido por Joel Santana não esteja disputando o título. A lesão do Maicosuel fez muita diferença. É um jogador muito habilidoso e em todas as equipes de cima há jogadores que fazem a diferença. Esse era o caso do Maicosuel no Botafogo.

Leia tudo sobre: botafogocampeonato brasileirofutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG