Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jean descarta entregada são-paulina para prejudicar o Corinthians

¿Não entro para perder¿, afirmou o volante nesta terça-feira; Carpegiani também disse que usará o que tiver de melhor até o final do Campeonato Brasileiro

Levi Guimarães, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861597260&_c_=MiGComponente_C

Pelo menos se depender do discurso dos são-paulinos, o Corinthians não precisa se preocupar em ver o São Paulo facilitar o jogo para o Fluminense. Nesta terça-feira, o volante Jean e o técnico Paulo César Carpegiani afirmaram que o clube do Morumbi dará sua força máxima até o final do Brasileirão, negando que o time cogite entregar o jogo contra a equipe carioca para prejudicar o rival paulista na disputa do título

Se eu falar por mim mesmo, posso dizer que eu não entro para perder. Não entro para empatar. Entro para buscar o que é melhor para o clube, e com certeza é a vitória em qualquer circunstância. Não posso falar por todos, mas por mim. Se for para entrar para perder eu não entro, afirmou Jean.

Jean descarta entregar jogo para o Fluminense. Assista

Em 2009, a reta final do Brasileirão teve situação semelhante, mas com as posições invertidas. Na ocasião, o São Paulo perdeu a liderança da competição para o Flamengo justamente após vitória dos cariocas sobre o Corinthians, em jogo que foi disputado em Campinas e no qual o goleiro Felipe não se esforçou para defender um pênalti. O camisa dois são-paulino, no entanto, até se irritou ao ser questionado sobre o rival.

Primeiro temos que ver o São Paulo. Não tem que ver o time dos outros. O que mais incomoda é às vezes ter que falar dos outros. O que mais incomoda é vir aqui ter de responder isso, falar dos outros. Eu só quero saber do São Paulo, onde o São Paulo vai chegar, disse.

Carpegiani segue a mesma linha de Jean e diz que, independente de ter ou não condições de lutar por uma vaga na Copa Libertadores, vai escalar seu time com força máxima até a última rodada, no dia cinco de dezembro.

Nós vamos até o dia cinco jogar com aquilo que temos de melhor. Acredito que a direção comunga conosco e eu como profissional vou sempre escalar o que tenho de melhor e tentar ganhar os jogos. Ano que vem é outro ano e será outro planejamento, disse o treinador, descartando antecipar as férias do elenco caso não existam mais possibilidades matemáticas de ir à competição continental.

Antes de enfrentar o Fluminense, o São Paulo encara o Vasco em São Januário no próximo domingo. As esperanças são-paulinas, no momento, são de terminar o Brasileirão em quarto lugar e ainda torcer para que nenhuma equipe brasileira vença a Copa Sul-Americana.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG