Kagawa, duas vezes, e Honda marcam no triunfo por 3 a 0 da equipe japonesa, que não sabe o que é perder há 13 paridas

selo

Getty Images
Jogadores da seleção japonesa comemoram gol na vitória por 3 a 0 sobre a Coreia do Sul
O Japão aumentou para 13 o número jogos de invencibilidade sob o comando do técnico Alberto Zaccheroni ao vencer a Coreia do Sul por 3 a 0, nesta quarta-feira, em amistoso disputado em Sapporo, no Japão.

Ao marcar duas vezes, Kagawa foi o destaque do time japonês, que ainda contou com um gol de Honda no confronto que abriu o dia de amistosos internacionais pelo mundo. Este foi o primeiro jogo de Kagawa, atacante do Borussia Dortmund, pela seleção japonesa desde quando ele quebrou um osso do pé direito em janeiro, na Copa da Ásia, no Catar.

Na última Copa da Ásia, por sinal, o Japão superou a Coreia do Sul na semifinal, antes de se sagrar campeão do torneio pela quarta vez graças a uma vitória por 1 a 0 sobre a Austrália, com um gol na prorrogação, na decisão.

No amistoso desta quarta, os jogadores seleção japonesa jogaram com braçadeiras pretas em sinal de luto e respeito ao zagueiro Naoki Matsuda, que morreu na última quinta, dois dias depois de sofrer um ataque cardíaco durante um treinamento da sua equipe, o Matsumoto Yamaga. O ex-defensor da seleção japonesa tinha 34 anos de idade.

O Japão irá iniciar no próximo mês a sua trajetória em busca da classificação para a sua quinta Copa do Mundo consecutiva. O primeiro rival do país nas Eliminatórias do Mundial que acontecerá no Brasil, em 2014, será a Coreia do Norte, em Saitama.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.