Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Já veterano, Jean se diz mais do que apaixonado pelo São Paulo

Volante, que já é o quarto do elenco com mais atuações pelo clube, pode completar 200 jogos ainda em 2011

Levi Guimarães, iG São Paulo |

Há dois anos e meio no elenco do São Paulo, o volante e lateral-direito Jean já pode ser considerado um dos pilares do time. Com as saídas de Jorge Wagner e Richarlyson no final de 2010, ele já é um dos quatro jogadores com mais partidas pelo clube. E com a ida de Miranda para o Atlético de Madri no meio do ano, vai assumir a terceira colocação, atrás apenas de Rogério Ceni (imbatível neste critério em todo o mundo) e Dagoberto.

Com a estreia no Paulistão no último domingo, Jean chegou a 145 jogos pelo São Paulo. Depois de estrear como profissional e fazer apenas uma partirda em 2005, ele passou por empréstimo por América de Rio Preto, Marília e Penafiel, de Portugal. O destaque pelo clube do Morumbi veio apenas no segundo semestre de 2008, quando se destacou fazendo a dupla de volantes do tricampeonato brasileiro com o amigo Hernanes.

“Eu fico feliz de poder estar aqui todo esse tempo e o São Paulo sempre confiando no meu trabalho. Acho que isso é o mais importante. Quando se tem confiança, aí que a gente acaba conquistando as vitórias. Agora se passaram dois anos e meio, acho que passou da hora de eu amadurecer e esse ano quero trazer conquistas para o São Paulo e também para o Jean, para eu também ter um valor individal aqui dentro”, afirma o camisa dois.

Divulgação
Contra o Mogi Mirim, na estreia do Paulistão, Jean completou 145 jogos com a camisa do São Paulo

Sempre que concede uma entrevista e é questionado sobre motivação, Jean costuma dizer que não há motivação maior que defender um grande clube como o São Paulo. O iG perguntou ao jogador o que significa o time em sua vida. E, apesar de começar a resposta dizendo “não existem palavras para explicar”, ele tentou.

“Se eu disser que é tudo, também não é o bastante pro tanto que o São Paulo representa pra mim. É mais que tudo. Eu sempre penso que Deus usou o São Paulo para me abençoar. É isso que eu costumo ter na minha cabeça: ‘Deus, obrigado por ter usado esse clube’. Porque esse clube é maravilhoso demais. Uma bênção tão grande de Deus que eu sinceramente não encontro nenhum tipo de palavra”, diz.

Apaixonado pelo São Paulo seria uma boa explicação? “Nem isso, acho que até mais”, diz Jean. Porque apaixonado é aquela coisa que vem e de repente passa. Mas acho que não, não vai passar. Vai ficar marcado realmente para toda a vida”.

Na última temporada, Jean fez 63 jogo de 71 possíveis. Ficou atrás apenas de Rogério Ceni, que esteve em 70 partidas no ano. Se repetir o número em 2011, ele deve chegar aos 200 jogos com a camisa do São Paulo no meio do Campeonato Brasileiro. E o jogador admite que essa é uma das metas para o ano.

“Eu já pesquisei isso também e tenho como objetivo chegar aos 200 jogos esse ano. Também vou tentar jogar todos os jogos, não quero ficar fora de nenhum que seja. Se eu chegar aos 200 - e creio que vá chegar - vai ser mais uma honra, mais uma conquista muito grande para a minha vida. Quando eu começo a conquistar essas marcas, esses números pelo São Paulo eu realmente fico muito feliz”, afirma.

Leia tudo sobre: são paulofuteboljean

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG