Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Irritado, Fábio pede respeito ao ser chamado de “mão de alface”

Capitão do Cruzeiro se irritou ao ser ironizado por torcedor no desembarque do time no aeroporto

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Apesar do desembarque do Cruzeiro ter sido tranquilo no aeroporto de Confins, um incidente chamou a atenção. O goleiro Fábio se irritou depois que um torcedor o chamou de "mão de alface" depois da falha na partida contra o Coritiba, na capital paranaense. Mais calmo, Fábio explicou o momento de ira.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time

Fábio posava para fotos com alguns fãs quando um torcedor chamou o goleiro de "mão de alface" duas vezes. O goleiro se irritou, se voltou para o torcedor em questão e disse com o dedo em riste: "Me respeita que eu não sou moleque".

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e convide os seus amigos

Mais calmo, o capitão do Cruzeiro falou sobre o incidente com o torcedor que o provocou no desembarque. "Aquilo ali não era torcedor, com certeza era um cara que queria aparecer, dar entrevista no meu lugar. Não podemos julgar um profissional apenas por um jogo, ainda mais eu que já prestei muitos serviços ao Cruzeiro nos últimos anos", afirmou o goleiro.

A provocação do torcedor surgiu pela falha de Fábio no primeiro gol do Coritiba no Couto Pereira. O goleiro saiu mal e deixou a bola nos pés de Marcos Aurélio, que bateu por cobertura. Fábio colocou a culpa na arbitragem alegando que teria sofrido falta no lance. null

Leia tudo sobre: CruzeiroBrasileirão 2011Fábio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG