Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Irritado com as críticas, dirigente do Inter abandona o Twitter

O time venceu o Ypiranga por 4 a 0, mas alguns torcedores voltaram a reclamar do técnico Celso Roth

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Nem mesmo a vitória de 4 a 0 diante do Ypiranga amenizou a irritação de parte da torcida do Internacional. Pelo Twitter, muitos cobraram o vice de futebol Roberto Siegmann, especialmente quanto a algumas opções táticas e técnicas do técnico Celso Roth. Irritado com o fato, o dirigente decidiu abandonar a interatividade.

“Larguei! Depois do que mostramos (em campo) criticar o treinador e dizer que não vai dar certo? Não vou alimentar isso. As criticas também devem ser justas. Obrigado aos que entenderam o meu objetivo, mas vi que está desvirtuado. Não vou mais abrir o Twitter! Até”, escreveu Siegmann.

Horas depois de o time sair de campo, alguns torcedores deixaram mensagens ao dirigente. “Até agora não temos 11 titulares definidos e já vamos para a metade da Libertadores, por isso as criticas, queremos o tri!”; “Com esse time, até o Tiririca treina”; e “Veja a escalação do time ontem! Não adianta trabalhar bastante e ser medroso. Fora Roth”; foram algumas das mensagens deixadas pelos internautas.

O dirigente havia feito sua conta no Twitter no início de janeiro, logo quando assumiu o cargo. Durante estes dois meses ele procurou interagir com os torcedores, comentar assuntos ligados ao futebol, dar algumas notícias e até mesmo alfinetar o Grêmio. Siegmann não deletou sua conta na internet, mas não pretende mais escrever.

Celso Roth nunca foi unanimidade entre os torcedores gaúchos. O ápice do descontentamento foi a desclassificação na semifinal do Mundial de clubes em dezembro de 2010. Mesmo com o insucesso o clube optou por manter o treinador no cargo. Os titulares têm 6 jogos, 4 vitórias, um empate e uma derrota na temporada 2011.
 

Leia tudo sobre: InternacionalRoberto SiegmannTwitter

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG