Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Irreconhecível, Portuguesa joga mal e é derrotada pelo Mogi Mirim

Lusa saiu na frente, mas permitiu a reação dos donos da casa e levou três gols do rival

Gazeta |

Decepcionante. Essa é a palavra que melhor define o sentimento do torcedor da Portuguesa nesta temporada. Apontada por muitos como um dos favoritos ao título do Campeonato Paulista , a Lusa foi irreconhecível nesta quarta-feira e acabou acumulando uma nova derrota na competição. Dessa vez, o algoz rubro-verde foi o Mogi Mirim, que aproveitou seu embalo no torneio e o mando de campo para vencer o confronto por 3 a 1.

Veja como está a classificação do Campeonato Paulista

Jogando no vazio estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira, a Portuguesa veio arrasadora e marcou um gol logo no começo do jogo. Apesar da vantagem, o time não combateu a equipe do interior de igual para igual e a fragilidade defensiva do clube foi determinante para que o Sapão anotasse os três tentos que decretaram o quarto revés da equipe da capital de São Paulo.

Com a vitória, o Mogi Mirim permaneceu na quarta posição e agora torce para que os seus concorrentes diretos ao topo da tabela tropecem no complemento da rodada. Já a Lusa permaneceu com os mesmos 13 pontos e precisa voltar a vencer com urgência para não sofrer com o iminente perigo da zona do rebaixamento.

Futura Press
Portuguesa perdeu mais uma no Paulistão
O jogo
A esperança do torcedor rubro-verde foi acesa pela Portuguesa logo aos três minutos da partida. Henrique foi alçado dentro da área e cabeceou firme, sem chances para que o goleiro Anderson praticasse a defesa no lance.

Empolgada com o bom ritmo imposto no início do jogo, a Portuguesa não conseguiu se manter à frente do marcador por muito tempo e sofreu o empate aos 10 minutos da primeira etapa. No lance, Renê Júnior se livrou da marcação e bateu firme para surpreender o goleiro Wéwerton.

Com a igualdade no marcador, os times diminuíram o ímpeto e passaram a estudar mais o adversário antes de atacar. A tática se prolongou ao longo dos 45 minutos iniciais e acabou surtindo mais efeito para o próprio Mogi Mirim, que dominou a partida e pressionou a defesa lusitana insistentemente.

Os seguidos chutes ao gol acabaram cansando o arqueiro da Portuguesa, que falhou aos 43 minutos e deu a chance do Sapão tomar a dianteira do marcador. Na ocasião, o meia Felipe chutou fraco e rasteiro de fora da área, mas Wéwerton caiu estranho e permitiu que a bola entrasse lentamente para dentro de sua meta.

A situação da Lusa já era ruim e ficou ainda pior aos 12 minutos do segundo tempo, quando Renato Chaves deu uma entrada dura no meio-campo e recebeu o cartão vermelho direto. O lance irritou muito os jogadores da Portuguesa e acabou desestabilizando o time no restante da partida.

Perdida em campo, a equipe da capital ainda viu o Mogi Mirim arriscar de fora da área e acertar o travessão de Wéwerton, enquanto o setor defensivo batia cabeça e não encontrava um modo de parar o surpreendente ataque do Sapão. O clube se portou tão mal na marcação que acabou cometendo uma penalidade máxima aos 40 minutos, dando chances para que Hernani chutasse forte e marcasse o seu décimo gol na competição.

Neste momento, Hernani é o artilheiro absoluto do Paulistão, seguido de perto por Giancarlo, do Bragantino, e Willian José, do São Paulo, que já fizeram oito gols. Já a Portuguesa deverá ter mais uma semana tensa de trabalho e precisará acertar os erros que vem cometendo para não se complicar ainda mais no torneio estadual.

FICHA TÉCNICA
MOGI MIRIM 3 X 1 PORTUGUESA

Local: Estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira, em Mogi Mirim
Data: 29 de fevereiro de 2012, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Philippe Lombard;
Assistentes: Giulliano Neri Colisse e William Rogério dos Santos Turola
Assistentes adicionais: Guilherme Ceretta de Lima e Camilo Morais Zarpelão
Cartões Amarelos: Roni, Edson Ramos e Tiago Alves (Mogi Mirim); Rogério e Luis Ricardo (Portuguesa)
Cartão Vermelho: Renato Chaves (Portuguesa)

GOLS:
MOGI MIRIM: Renê Júnior, aos 10 minutos do primeiro tempo, Felipe, aos 43 minutos do primeiro tempo, e Hernane, aos 40 minutos do segundo tempo
PORTUGUESA: Henrique, aos três do primeiro tempo

MOGI MIRIM: Anderson, Edson Ratinho, Tiago Alves, Lucas Fonseca (Rodrigão), Piauí (Luiz Felipe), Val, Baraka, Renê Junior, Felipe, Roni (Vitinho) e Hernane. Técnico: Guto Ferreira.

PORTUGUESA: Weverton, Luis Ricardo, Renato, Rogério e Raí; Léo Silva (Danilo), Boquita, Guilherme e Henrique; Ricardo Jesus (Maylson) e Ananias (Gustavo). Técnico: Jorginho.

Leia tudo sobre: Campeonato PaulistaPortuguesaMogi Mirim

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG