Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inzaghi nega que vai encerrar a carreira depois de grave lesão

Vocês (torcedores) sabem, como eu sei, que será difícil, mas eu não vou desistir, afirmou o atacante. Ele lesionou o joelho e terá que ser operado

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860181056&_c_=MiGComponente_C

Depois de se machucar gravemente na última quarta-feira, na vitória por 3 a 1 do Milan sobre o Palermo, o atacante Fillippo Inzaghi negou qualquer possibilidade de encerrar a carreira devido à lesão. O italiano, que sofreu uma ruptura nos ligamentos do joelho esquerdo e terá de passar por uma cirurgia que o deixará fora do restante da temporada, agradeceu ao apoio recebido pelos torcedores milaneses e garantiu que fará tudo para voltar à equipe o mais cedo possível.

"Eu sou movido por todos vocês, o clube, o técnico, os companheiros de equipe e os torcedores. Eu olho para vocês e vejo a maneira como vocês me abraçam. Do fundo de meu coração todos vocês sabem, como eu sei, que será difícil, mas eu não vou desistir. Eu vou fazer de tudo, acreditem, para assegurar que esse não será o fim", afirmou o veterano, de 37 anos, ao site oficial do Milan.

EFE
Inzaghi recebe tratamento após sentir lesão no joelho no jogo contra o Palermo

Inzaghi, que há pouco tempo se tornou o maior artilheiro da história das competições européias, com 70 gols, comentou sobre a instabilidade que o futebol possui.

"A vida e o futebol são assim. Um minuto você está jogando e lutando, no outro você está agarrando o seu joelho com as mãos. O que eu vi em volta de mim (a reação dos torcedores) foi o apoio todos vocês. Obrigado", agradeceu o atacante.

Leia tudo sobre: futebol internacionalitaliano 2010itália

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG